Menu
quarta, 30 de setembro de 2020
Política

Dia do Fico: Simone admite sair do MDB, mas deve esperar até setembro

Senadora disse que fica na sigla até setembro, mês que o partido escolhe nova direção

09 fevereiro 2019 - 11h00Por Celso Bejarano

A senadora Simone Tebet disse que fica no MDB até setembro, mês que a sigla define o comando nacional do partido, hoje sob a chefia do senador Romero Jucá, de Roraima. 

A intenção da sul-mato-grossense é de se afastar de vez do grupo liderado por Renan Calheiros, seu rival na disputa pelo comando Senado e com quem tem trocado farpas por meio de declarações publicadas na imprensa nacional. 

A saída de Simone do MDB tem sido especulada há duas semanas, desde a reta final que definiu Calheiros como escolhido do partido para concorrer à presidência do Senado. Simone quis disputar o cargo, mas a intenção foi rechaçada numa disputa apertada; 7 senadores quiseram Calheiros candidato; 5 votaram na senadora. A partir daí, Simone tem feito duras críticas ao colega, que representaria o que ela classifica como "a velha política".

“Precisamos resgatar a nossa história”, disse a senadora ao TopMidiaNews, nesta sexta-feira (8), na cerimônia de posse do secretário especial do Governo, o ex-senador Pedro Chaves (PRB), em Campo Grande.

Simone disse que deixaria o MDB, seu único partido, em situação extrema, contudo, a ideia não fora descartada. “Se ele [Renan] continuar no comando, saio. Mas vou lutar para que isso não aconteça”, afirmou a senadora que sugeriu o nome do senador Jarbas Vasconcelos, do Pernambuco, como seu candidato preferido à presidência do MDB nacional.

Renan Calheiros, senador do estado de Alagoas, tem forte influência entre os emedebistas desde a década de 1990. Ele já presidiu o Senado por quatro vezes.

Leia Também

Guarda Civil compra sete viaturas 'zerinhas' para reforçar segurança nas sete regiões
Cidade Morena
Guarda Civil compra sete viaturas 'zerinhas' para reforçar segurança nas sete regiões
VÍDEO: com cruzes e caixão, CUT protesta contra reformas de Bolsonaro na 14 de Julho
Cidade Morena
VÍDEO: com cruzes e caixão, CUT protesta contra reformas de Bolsonaro na 14 de Julho
Fábio Trad cobra urgência de projeto que garante direitos a entregadores de aplicativos
Cidade Morena
Fábio Trad cobra urgência de projeto que garante direitos a entregadores de aplicativos
Governo deposita salário de servidores nesta quinta-feira
Cidades
Governo deposita salário de servidores nesta quinta-feira