Menu
Busca domingo, 15 de dezembro de 2019
Política

Simone vota contra armamento e Bolsonaro; Nelson Trad e Soraya foram favoráveis

Ao menos no Senado, ideia de Bolsonaro foi reprovada; agora, decisão fica com os deputados federais

19 junho 2019 - 08h20Por Celso Bejarano, de Brasília

Derrubado por 47 votos a 28 votos, na noite de ontem, terça-feira (18), em plenário do Senado Federal, a ideia de facilitar a posse e porte de arma, proposta de campanha do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Dos três senadores de Mato Grosso do Sul, Simone Tebet (MDB), confirmou o que já havia decidido, votando contra o decreto das armas; Nelson Trad (PSD) e Soraya Thronicke (PSL), que apoiam a gestão de Bolsonaro, votaram a favor do armamento.

Ao menos nos discursos de ontem à noite, a maioria dos senadores acha que, ao invés de o presidente defender a flexibilização da posse e porte de arma, ele deve é se empenhar em fortalecer o setor de segurança do país, ou seja, equipar mais e melhor a polícia