Menu
Busca quarta, 08 de julho de 2020
MS DIGITAL - COMPET
Política

Simone vota contra armamento e Bolsonaro; Nelson Trad e Soraya foram favoráveis

Ao menos no Senado, ideia de Bolsonaro foi reprovada; agora, decisão fica com os deputados federais

19 junho 2019 - 08h20Por Celso Bejarano, de Brasília

Derrubado por 47 votos a 28 votos, na noite de ontem, terça-feira (18), em plenário do Senado Federal, a ideia de facilitar a posse e porte de arma, proposta de campanha do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Dos três senadores de Mato Grosso do Sul, Simone Tebet (MDB), confirmou o que já havia decidido, votando contra o decreto das armas; Nelson Trad (PSD) e Soraya Thronicke (PSL), que apoiam a gestão de Bolsonaro, votaram a favor do armamento.

Ao menos nos discursos de ontem à noite, a maioria dos senadores acha que, ao invés de o presidente defender a flexibilização da posse e porte de arma, ele deve é se empenhar em fortalecer o setor de segurança do país, ou seja, equipar mais e melhor a polícia

Leia Também

VÍDEO: dezenas de pessoas enfrentam garoa e frio para vacinar contra gripe em Campo Grande
Cidade Morena
VÍDEO: dezenas de pessoas enfrentam garoa e frio para vacinar contra gripe em Campo Grande
Homem é encontrado morto com tiro no pescoço em Corumbá
Interior
Homem é encontrado morto com tiro no pescoço em Corumbá
Idosa de 68 anos é a  38ª morte por coronavírus em Dourados
Saúde
Idosa de 68 anos é a 38ª morte por coronavírus em Dourados
Criança sobrevive ao cair do 4º andar de prédio após ser deixada sozinha
Geral
Criança sobrevive ao cair do 4º andar de prédio após ser deixada sozinha