Menu
terça, 24 de novembro de 2020
Política

Tabosa promete 'colocar o dedo na ferida' e defender o servidor público

Eleito vereador pelo PDT, o sindicalista vislumbra mandato com diálogo e cobrança de execução de leis já aprovadas na Câmara de Campo Grande

21 novembro 2020 - 09h30Por Rayani Santa Cruz

O presidente do Sisem (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais), Marcos Tabosa, foi eleito a vereador de Campo Grande pelo PDT com 2.199 votos. Ele visa trabalhar o mandato como a voz do servidor, do povo e cobrando o Executivo a aplicabilidade de leis já aprovadas na Câmara.

Tabosa explica que a campanha teve total apoio do partido e ajuda de vários voluntários. Ele utilizou R$ 30 mil do fundo partidário.

“Tive apoio dos servidores públicos municipais. Em especial dos agentes comunitários de saúde e combate a endemias, dos administrativos da educação e referência 14B (com aproximadamente 36 nomenclaturas) em especial os psicólogos. Também tive grande apoio da minha família, amigos e colegas”, disse o sindicalista. 

Marcos Tabosa é servidor público há aproximadamente 24 anos e está há 11 anos como presidente do Sisem. Ele vai assumir o mandato em 2021 e permanecer no comando do sindicato.

“Campo Grande conhecerá a realidade do servidor público através do meu mandato e serei um fiscal do povo com bastante rigidez. Eu sei quais são os gargalos que tem de ser abertos”.

Ele diz também que já tem em mente projetos referentes ao funcionário público e quer construir junto ao Executivo, ao mesmo tempo, em que cobrará a regulamentação e execução das leis aprovadas no legislativo.

Tabosa afirma que não será um vereador de oposição e o seu trabalho dependerá da abertura do Executivo.

“Minha equipe está estudando a abertura de CPIs da Covid-19, do consórcio Guaicurus e vamos tocar os dedos na ferida da Águas Guariroba. Quem vai dar o tom da minha relação com o Executivo é o prefeito Marcos Trad. Já estamos conversando com aliados e eu acredito que ser político é uma arte de dialogar. Quero deixar claro que não tenho nada contra ninguém e não tenho adversários”, explica Tabosa, que reforça: “tudo se constrói na base do dialogo. Se houver dialogo haverá construções e novas pontes. Conheço o serviço público a fundo, sei das dificuldades que os servidores têm e como avançar com responsabilidade”. 

Leia Também

MS entra na lista dos 11 estados com risco de 2ª onda da covid-19
CORONAVÍRUS
MS entra na lista dos 11 estados com risco de 2ª onda da covid-19
Polícia fecha bar usado para tráfico de cocaína no Santa Luzia
Polícia
Polícia fecha bar usado para tráfico de cocaína no Santa Luzia
Chamados de macacos: após ataques, secretário ressalta capacitação da Guarda Civil
Polícia
Chamados de macacos: após ataques, secretário ressalta capacitação da Guarda Civil
Deputado faz alerta sobre 2ª onda da Covid-19 em MS
Política
Deputado faz alerta sobre 2ª onda da Covid-19 em MS