Menu
Busca segunda, 06 de abril de 2020
ALMS 23/03 A 21/04
Política

Vereadores visitam o 'Reviva Campo Grande' e dizem que obras serão antecipadas

Conforme a empresa responsável, tudo pode terminar quatro meses antes da data prevista

18 abril 2019 - 11h14Por Anna Gomes e Rodson Williams

Uma comissão de pelo menos quatro vereadores foram conferir de perto as obras do Centro da Capital e dizem que o projeto ‘Reviva Campo Grande’ pode terminar quatro meses antes da data prevista.

Segundo o vereador Júnior Longo, do PSB, a frente da comissão de obras e comércio destaca que a visita dos parlamentares aconteceu devido as reclamações dos comerciantes e após uma reunião com a categoria e com a prefeitura, os vereadores resolveram conferir de perto como está o andamento da construção.

“Fiquei feliz com os resultados. A empresa responsável disse que trabalho mais ‘grosso’ deve terminar em novembro deste ano e não em 2020. A antecipação vai ajudar os comerciantes já que vai terminar em uma data que o comércio vende muito ”, disse o vereador.

O sócio- proprietário Carlos Clementino da empresa denominada Engepar, destaca estar orgulhoso com os resultados da obra e adianta mesmo se precisar de alguns reparos, pelo menos até fevereiro de 2020 tudo já vai estar pronto.

“A parte mais difícil vai estar terminada em novembro, se precisar de alguns reparos a gente termina até fevereiro. A antecipação aconteceu gralhas a iniciativa dos operários que estão em uma jornada dupla de trabalho”, disse.

 

Leia Também

Dinheiro roubado da Lama Asfáltica construiria 25 hospitais contra coronavírus
Política
Dinheiro roubado da Lama Asfáltica construiria 25 hospitais contra coronavírus
Após fazer campanha para isolamento, técnica em enfermagem morre de Covid-19 em Goiás
Geral
Após fazer campanha para isolamento, técnica em enfermagem morre de Covid-19 em Goiás
Olavo de Carvalho pede saída de Mandetta
Geral
Olavo de Carvalho pede saída de Mandetta
Estado e prefeitura têm baixas de interessados em concorrer eleições deste ano em MS
Política
Estado e prefeitura têm baixas de interessados em concorrer eleições deste ano em MS