Solurbe - corrida do meio ambiente 18/04 a 08/05
(67) 99826-0686
Prestação de contas 17/04 a 26/04/2019

Botafogo vence por 2x0, sobe na tabela e deixa Corinthians com cinco jogos sem vitória

Time paulista apresentou várias falhas na defesa e ainda perdeu um pênalti

1 OUT 2016
Thiago de Souza
18h50min
Diogo (direita) marcou o segundo gol da vitória do Botafogo ) Foto: (Fernando Soutello/AGIF)

O Botafogo venceu o Corinthians, por 2x0, na tarde deste sábado (1), no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro. O Fogão dominou o jogo que expôs falhas defensivas do Corinthians. 

Conforme o site Terra, o primeiro tempo foi de amplo domínio do time da casa. Incisivo com Diogo Barbosa no meio, o Botafogo era superior ao Corinthians, que atuava mais resguardado, esperando uma bola. Vinícius Tanque - que ganhara a vaga de Canales - já havia desperdiçado ótima chance. Aos 23 minutos, Neilton recebeu passe do camisa 9 alvinegro - que estava em impedimento - e tocou com classe, de cavadinha, alá Loco Abreu, por cima de Walter para inaugurar o placar.   

Botafogo na frente. A partir do gol, o Timão tentou adiantar as linhas. Marlone era participativo, compensando o sumiço de Marquinhos Gabriel. Mas, aos 38 minutos, em bobeada de Fagner, que cortou mal a bola, Diogo recebeu livre, pela esquerda, para acertar linda finalização no ângulo de Walter. 

As falhas defensivas corintianas ficavam ainda mais evidentes com a velocidade de Neilton, que foi um dos melhores da etapa inicial. Balbuena e Yago batiam cabeça, com Willians não conseguindo proteger e congestionar o meio. O Botafogo era melhor e virava o primeiro tempo vencendo por 2 a 0 na Ilha. 

Para o segundo tempo, Carille inverteu os lados dos dois pontas, com Marlone caindo pela direita. Foi em chute dele pelo setor que, aos 8 minutos da etapa final, a bola bateu no braço de Emerson. Pênalti para o Corinthians. Era a chance de botar fogo no jogo. Mas do outro lado tinha Sidão. Depois de ser algoz pelo Audax, quando pegou pênalti na semifinal do Paulista, o arqueiro botafoguense defendeu cobrança de Marquinhos Gabriel e voltou a ser herói. 

O pênalti perdido foi um balde de água fria no Timão. O ataque seguiu pouco efetivo, mesmo com a entrada de Lucca. Romero, bem marcado por Carli, não teve chance de finalização no jogo. Nem mesmo Gustavo conseguiu dar maior presença no ataque. Enquanto isso, Jair Ventura reorganizou o meio, encaixou a trinca de volantes com Dudu Cearense, protegendo bem o sistema defensivo. 

No final das contas, um Corinthians que pouco agrediu, até certo modo apático, contra um Botafogo intenso e enérgico, ainda mais por jogar em casa. Não deu outra: o Glorioso venceu por 2 a 0 e colou no bola de cima do Brasileirão. 

 

Veja também