TJMS JANEIRO
Menu
sexta, 21 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Top Esporte

Busto do ex-goleiro Marcos será inaugurado pelo Palmeiras neste sábado

10 dezembro 2015 - 18h37Por ESPN

O ex-goleiro Marcos será homenageado pela Sociedade Esportiva Palmeiras neste final de semana. Por meio da assessoria de imprensa, o clube confirmou para sábado a inauguração de um busto dedicado ao ídolo em sua sede - o dia 12 de dezembro foi escolhido em alusão à camisa usada pelo antigo arqueiro.


São Marcos disputou sua última partida oficial pelo Palmeiras em novembro de 2011 e, no começo de 2012, aos 38 anos, anunciou a aposentadoria. Dias depois, acabou homenageado pela torcida com uma procissão. A confecção de um busto para o jogador foi formalmente aprovada pelo clube em janeiro de 2012, na gestão de Arnaldo Tirone.

Atrapalhado por uma série de lesões, Marcos Roberto Silveira Reis disputou 532 partidas (256 vitórias, 146 empates e 130 derrotas) de 1992 a 2012 pelo Palmeiras, seu único clube como profissional. É o sétimo jogador que mais vestiu a camisa da agremiação fundada em 1914. Entre os goleiros, perde apenas para Emerson Leão (618 jogos).

Como titular, Marcos conquistou a Copa Libertadores 1999, o Torneio Rio-São Paulo 2000 e o Campeonato Paulista 2008. Ele ainda integrou o elenco em títulos brasileiros (1993 e 1994), da Copa do Brasil (1998), da Copa Mercosul (1998) e da Copa dos Campeões (2000), além dos estaduais de 1994 e 1996.

Na Copa Libertadores 1999, mais importante título da história do Palmeiras, Marcos foi protagonista ao brilhar em decisões por pênalti contra Corinthians (quartas de final) e Deportivo Cali (decisão). Na semifinal do ano seguinte, defendeu a cobrança de Marcelinho Carioca e bateu o arquirrival novamente.

Pela seleção brasileira, Marcos foi titular na Copa do Mundo 2002. Ele ainda participou dos títulos da Copa América 1999 e da Copa das Confederações 2005. Em 2003, na condição de campeão do mundo, permaneceu no Palmeiras e ajudou o time a retornar à Série A do Campeonato Brasileiro.

Marcos teve seu jogo de despedida realizado no dia 12 de dezembro de 2012, no Estádio do Pacaembu. Com nomes como Sérgio, Cléber, César Sampaio e Evair, além dos veteranos Dudu e Ademir da Guia, entre os convidados, ele chegou a marcar um gol de pênalti.

O eterno camisa 12, número retirado pelo Palmeiras, será o quinto jogador homenageado com um busto pelo clube. Receberam a mesma honraria Oberdan Cattani, mais um ex-goleiro, Ademir da Guia, considerado por muitos o maior jogador da história da agremiação, e Junqueira e Waldemar Fiume, que chegaram a vestir a camisa do Palestra Itália.