TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
sábado, 02 de julho de 2022 Campo Grande/MS
Top Esporte

Com etapa em Campo Grande, Liga das Nações é adiada pela Federação Internacional de Voleibol

14 março 2020 - 14h07Por Vinícius Squinelo, com assessoria

A Federação Internacional de Voleibol (FIVB, na sigla em inglês) anunciou, nesta sexta-feira (13.03), por meio de nota oficial, o adiamento do início da Liga das Nações para depois dos Jogos Olímpicos de Verão, de Tóquio-2020, previstos para serem disputados entre 24 de julho e 9 de agosto. A medida, alinhada às recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), visa evitar aglomerações, que facilitam o contágio do coronavírus (Covid-19), em estágio de pandemia. A nova data da competição ainda será confirmada pela entidade. 

Campo Grande receberia etapa da Liga das Nações, na fase de grupos masculina, entre os dias 19 e 21 de junho, com a participação das seleções de Brasil, Alemanha, Itália e Rússia. O torneio internacional também marcaria a reabertura do Ginásio Poliesportivo Avelino dos Reis, o Guanandizão, interditado desde 2013, e que passa por reforma com recursos do Governo do Estado. 

Para sediar o torneio mundial, o Governo do Estado desembolsará R$ 1,3 milhão de recursos próprios à Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e Federação Estadual de Voleibol (FVMS). De acordo com o diretor-presidente da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte), Marcelo Ferreira Miranda, o adiamento por parte da FIVB não altera o processo de disponibilização da verba para a realização da Liga. 

“O recurso disponibilizado pelo Governo do Estado já se encontra em processo de convênio e em nada será afetado para a realização do torneio em Campo Grande. Estamos só aguardando a Federação Internacional remarcar a data. O Guanandizão estará completamente pronto para sediar este grande evento. O fãs de voleibol e amantes de esporte, de modo geral, podem ficar tranquilos, porque veremos nossa seleção jogar na Capital”, afirma Miranda. 

A Liga das Nações estava prevista para ter início no mês de maio, visto que a fase classificatória é realizada em diversos países. Conforme a FIVB, as etapas decisivas do gênero masculino estavam agendadas para Itália, uma das nações significativamente afetada pelo surto da doença.