(67) 99826-0686

Justiça de São Paulo encaminha ao STF ação contra Andrés Sanchez

Cartola é acusado de sonegação fiscal em uma empresa familiar

5 DEZ 2016
Globo Esporte
14h10min
Foto: Agência Câmara

A Justiça Federal de São Paulo encaminhou ao Supremo Tribunal Federal (STF) denúncia contra Andrés Sanchez, ex-presidente do Corinthians. O cartola é acusado de sonegação fiscal em uma empresa familiar. Por ser deputado federal, Andrés tem foro privilegiado e, no caso, a denúncia só pode ser apreciada pelo Supremo, em Brasília.

Esse trâmite já era previsto quando a ação foi protocolada na 8ª Vara Criminal da Justiça Federal de São Paulo. Junto com Andrés, outras quatro pessoas também foram incluídas na denúncia. O grupo teria sonegado R$ 8,5 milhões em impostos e omitido R$ 40 milhões em rendimentos.

No inquérito da Polícia Federal, consta que a Orion Embalagens teria movimentado R$ 40 milhões em 2005, mas declarou capital social de R$ 5 milhões.

No começo de novembro, o ministro Teori Zavascki autorizou a abertura de inquérito para investigar Andrés na Operação Lava Jato por corrupção passiva. A suspeita é de que ele tenha recebido propina durante a construção da Arena Corinthians, o que o deputado nega.

 

Veja também