ALMS CONTAR 25/06 A 27/06
(67) 99826-0686
ALMS 13/06 a 12/07

Após polêmicas com a CBF, Lusa vai recorrer à Justiça comum para permanecer na Série A

A ou B?

19 FEV 2014
Schimene Weber
07h49min
Foto: Reprodução

Após reunião realizada na noite da última terça-feira (18), membros do Conselho de Orientação e Fiscalização da Lusa decidiram recorrer à Justiça comum contra a decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) que puniu o clube com a perda de quatro pontos pela escalação do jogador Héverton e, assim, o consequente rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro.

A decisão do conselho foi aprovada por unanimidade pelo Conselho Deliberativo da Lusa. Na ação, o argumento a ser utilizado será de que houve a violação do Estatuto do Torcedor pela não publicação da suspensão do jogador.

Na última segunda-feira (17), durante o evento "Movimento por Um Futebol Melhor", o presidente da Portuguesa, Ilídio Lico, afirmou ser "impossível" que a Lusa dispute a Série B, e frisou que esperava o posicionamento do Ministério Público de São Paulo para, se necessário, entrar na Justiça comum. Na noite de terça (18), no entanto, a 43ª Vara Cível de São Paulo negou o pedido de liminar feito pelo Ministério para que a CBF devolvesse os quatro pontos tirados de Portuguesa e Flamengo pelo STJD. 

Veja também