TJMS JANEIRO
Menu
quinta, 20 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Top Esporte

'Quebra-cabeça' aumenta, e elenco do Palmeiras é colocado à prova

21 agosto 2015 - 12h13Por Globo Esporte

O jogo contra o Atlético-MG, domingo, às 18h30 (horário de Brasília), será um grande teste para o Palmeiras. Não somente pelo fato de o adversário ser o vice-líder do Campeonato Brasileiro e primeiro oponente no returno da competição nacional, mas também pelos problemas enfrentados pelo Verdão: sem Gabriel até o ano que vem e agora também desfalcado de Arouca, o técnico Marcelo Oliveira colocará à prova o reforçado elenco que tem em mãos.

Na gestão do diretor de futebol Alexandre Mattos, foram 24 contratações para esta temporada. As opções são muitas no ataque (Alecsandro, Barrios, Cristaldo, Leandro Pereira...) e também na defesa (Vitor Hugo, Victor Ramos, Jackson, Leandro Almeida). Porém, os obstáculos surgiram justamente em um setor onde as peças de reposição ainda não tiveram tempo suficiente para convencer o torcedor palmeirense.

Andrei Girotto acumula oito jogos com a camisa alviverde. Amaral tem 16. Somados, não chegam às 30 partidas de Arouca. Para o técnico Marcelo Oliveira, resta multiplicar as opções táticas utilizando os atletas que têm à disposição para encarar a maratona de partidas que está por vir.

– Essa sequência está apenas no começo. Vão ser dois meses de jogos de quarta e domingo. Vamos ver jogadores saindo lesionados ou deixando de jogar porque estão com risco muito grande de lesão – analisou o goleiro Fernando Prass.

Marcelo tem a opção de escalar Amaral como primeiro volante, para reforçar a marcação no meio-campo, e dar mais liberdade a Andrei Girotto, o que manteria a equipe com a mesma ideia tática de quando Gabriel e Arouca estavam à disposição. 

Na vitória por 2 a 1 sobre o Cruzeiro, quarta, o técnico apostou em Zé Roberto cumprindo a função de volante. Cleiton Xavier também pode atuar na posição, embora venha sendo utilizado como armador, assim como Robinho.

O ritmo da semana será forte. Após o duelo com o Atlético-MG, a delegação palmeirense permanecerá em Belo Horizonte para o jogo de volta contra o Cruzeiro, três dias depois. A equipe retorna a São Paulo na quinta (dia 27), já pensando em mais um compromisso pelo Brasileirão, contra o Joinville, no domingo.

– Tínhamos comentado contra o Flamengo que o mais importante não era nem jogar bem, mas sim vencer para voltar a confiança do que vínhamos fazendo antes. Agora conseguimos uma outra vitória contra o Cruzeiro, outro adversário duro e difícil. Serão mais dois jogos difíceis. É o momento de o Palmeiras engrenar na Copa do Brasil e brigar lá em cima no Brasileiro – disse o meia Cleiton Xavier.