(67) 99826-0686

Sem lesões, Cyborg recebe suspensão médica mínima após o UFC Brasília

Erick Silva e Luan Chagas podem ficar parados por seis meses; Lansberg e Pezão ficam 45 dias sem poder lutar, e um mês sem fazer treinamentos com contato físico

26 SET 2016
Globo Esporte
11h27min
Foto: Getty Images

A CABMMA (Comissão Atlética Brasileira de MMA) divulgou as suspensões médicas do UFC Brasília, que aconteceu no último sábado. De todos os 26 atletas que se apresentaram no evento, três receberam suspensões mais longas e precisarão ser liberados por médicos especialistas para poderem retornar antes do prazo de 180 dias que foi estipulado pela Comissão: Gregor Gillespie (oftalmologista), Luan Chagas (ortopedista, por conta de uma fratura na fíbula) e Erick Silva(médico craniomaxilofacial, por conta de uma fratura na face).

Protagonista da luta principal da noite, Cris Cyborgrecebeu a suspensão mínima preventiva de 14 dias sem lutar e sete dias sem treinos com contato físico. Nocauteada pela brasileira, a sueca Lina Lansberg precisará ficar mais tempo parada: 45 dias sem lutar e 30 dias sem treinos com contato físico. Antônio Pezão, que foi nocauteado por Roy Nelson, está na mesma situação de Lansberg (45 dias sem lutar e 30 dias sem treino com contato físico.

Confira abaixo todas as suspensões médicas do UFC Brasília

Gregor Gillespie: 180 dias sem lutar ou até receber liberação do oftalmologista. Se normal: 30/21.

Glaico França : 14 dias sem lutar / sete dias sem treino com contato físico

Hector Urbina: 60 dias sem lutar / 45 dias sem treino com contato físico.

Vicente Luque: 14 dias sem lutar / sete dias sem treino com contato físico

Stevie Ray: 14 dias sem lutar / sete dias sem treino com contato físico

Alan Nuguette: 14 dias sem lutar / sete dias sem treino com contato físico

Luan Chagas: 180 dias sem lutar ou até receber liberação do ortopedista (fratura fíbula).

Erick Silva: 180 dias sem lutar ou até receber liberação do médico craniomaxilofacial (fratura face)

Dustin Ortiz: 14 dias sem lutar / sete dias sem treino com contato físico

Jussier Formiga: 14 dias sem lutar / sete dias sem treino com contato físico

Michinori Tanaka: 14 dias sem lutar / sete dias sem treino com contato físico

Rani Yahia: 14 dias sem lutar / sete dias sem treino com contato físico

Michel Trator: 14 dias sem lutar / sete dias sem treino com contato físico

Gilbert Durinho: 14 dias sem lutar / sete dias sem treino com contato físico

Mike de La Torre: 14 dias sem lutar / sete dias sem treino com contato físico

Godofredo Pepey: 14 dias sem lutar / sete dias sem treino com contato físico

Eric Spicely 14 dias sem lutar / sete dias sem treino com contato físico

Thiago Marreta: 14 dias sem lutar / sete dias sem treino com contato físico

Paul Felder: 45 dias sem lutar / 30 dias sem treino com contato físico

Francisco Massaranduba: 14 dias sem lutar / sete dias sem treino com contato físico

Antônio Pezão: 45 dias sem lutar / 30 dias sem treino com contato físico

Roy Nelson: 14 dias sem lutar / sete dias sem treino com contato físico

Philipe Nover: 14 dias sem lutar / sete dias sem treino com contato físico

Renan Barão: 14 dias sem lutar / sete dias sem treino com contato físico

Lina Lansberg; 45 dias sem lutar / 30 dias sem treino com contato físico

Cris Cyborg: 14 dias sem lutar / sete dias sem treino com contato físico

Veja também