Menu
quinta, 29 de outubro de 2020
Algo mais

Na hora que a paixão esfria ela entra em cena para salvar os relacionamentos

Consultoria amorosa e sexual

07 fevereiro 2014 - 06h00Por Renan Gonzaga

Você já parou para pensar se sabe mesmo dar prazer à sua parceira? O seu casamento entrou em uma crise que parece não ter mais volta? Você deixou de se interessar pelo seu marido? Bom, são tantas as dúvidas que surgem no relacionamento que as vezes a melhor alternativa é procurar um profissional para ajudar a resolve-las.


A sexóloga e personal sexy Karina Brum trabalha com isto há oito anos e já perdeu as contas de quantos casamentos e namoros ajudou a salvar. “A consultoria se estende a um conjunto de estudos da vida sexual e afetiva do casal. Eu vou dar atenção administrativa, um suporte como consultora, com os olhos de fora para ver qual é o ponto que precisa ser melhorado dentro do relacionamento”, explica.


Em outras palavras, o seu trabalho é ajudar quem desaprende a se relacionar. Como, por exemplo, os casais que saem para jantar ou fazer algum outro programa e se comunicam apenas pelo WhatsApp, esquecendo a vida real. “Vai chegar um certo ponto na vida que ela vai conhecer alguma pessoa que quer calor humano, quer conversar. E essa é a minha função, reensinar”, afirma.


A sexóloga oferece consultoria online também. (Foto: Renan Gonzaga)


Segundo Karina, apesar do seu público ser geralmente feminino, no ano de 2013 quem mais procurou a consultoria foram os homens, que querem encontrar alguma forma de melhorar o casamento. Já os jovens, antes de casar, desejam solucionar problemas como ansiedade e até mesmo aprender a dar prazer.


Há também as mulheres que procuram a personal sexy para ajudar a encontrar uma forma convencer os maridos a fazerem as consultorias, que na maioria das vezes duram mais de uma hora. Lá, elas conversam sobre autoestima, respeito, autoconhecimento e fazem todos os tipos de questionamentos.


No lado sexual e sentimental, elas desejam melhorar a vida a dois, aprender novas técnicas, saber como explorar zonas erógenas e atingir orgasmos, ou seja, fazer do sexo uma experiência positiva. “Tem gente que é virgem na utilização de acessórios, nunca entrou em um sex shop e acha que um vibrador é um objeto que tem cerca de 30 centímetros”, brinca.

 

Casais procuram a consultoria para salvar a relação. (Foto: Reprodução/Internet)

 

A sexóloga comenta que seu trabalho acontece também através de tratamentos. “Esses dias apareceu uma cliente com problema de vaginismo, que é quando a vagina dá um espasmo na hora da penetração, ela fecha e não consegue deixar o pênis entrar”, diz Karina que aconselhou a mulher a treinar em casa um uma prótese, ou vibrador.


Ela ressalta que os sul-mato-grossenses não receberam educação sexual suficiente ao ponto de não ter dúvidas e que seu trabalho precisa ser desmisficado na Capital. “A consultoria deve servir para ajudar os casais a reativarem o relacionamento, sempre com muita descrição. O meu trabalho eu levo muito a sério, eu respeito as minhas clientes”, finaliza.

Leia Também

Homem que desfigurou rosto da ex-mulher a pancadas já está 'enjaulado' em Naviraí
Interior
Homem que desfigurou rosto da ex-mulher a pancadas já está 'enjaulado' em Naviraí
Cafezais: dona de loja empresta copo de liquidificador para garoto e mãe agradece: 'bom coração'
BOA AÇÃO
Cafezais: dona de loja empresta copo de liquidificador para garoto e mãe agradece: 'bom coração'
Auxílio emergencial não salvou renda das famílias em MS, aponta estudo
Economia
Auxílio emergencial não salvou renda das famílias em MS, aponta estudo
Jovem mata primo de oito anos a facadas e fere os avós no ES
Geral
Jovem mata primo de oito anos a facadas e fere os avós no ES