Menu
segunda, 16 de maio de 2022 Campo Grande/MS
GOV EMPREGO MAIO
AO VIVO

Garoto de 11 anos viu pai matar madrasta com 22 facadas no São Caetano

Suspeito tentou se matar, mas família diz que foi apenas 'teatro'

14 maio 2022 - 10h08Por Thiago de Souza e Adriano Bueno

Um menino de 11 anos viu o pai,  Delzimar Alves do Nascimento, 49 anos, esfaquear a madrasta dele, Elenice Pinto Martins, 48 anos, por 22 vezes, na noite desta sexta-feira (13), na Vila São Caetano, em Campo Grande. 

Conforme uma familiar, Elenice era empregada doméstica e morava com o esposo e com o enteado, que testemunhou o crime bárbaro. 

Na versão da parente, o garoto viu o crime e foi pedir socorro ao filho dela, que mora próximo da rua José Matte. O rapaz maior de idade foi até a residência do casal e viu Delzimar caído na cama, com um corte no pescoço e uma faca ao lado. 

A família da doméstica conta que a relação do casal era abusiva e o suspeito ficava agressivo toda vez que bebia. Os familiares dizem que sempre orientaram a vítima a se separar do agressor, mas depois das brigas – com os dois embriagados – os dois voltavam a se relacionar. 

Parente da vítima diz que tentativa de suicídio foi 'teatro' (Foto: reprodução Facebook)

A vítima deixa um filho de 22 anos. Os parentes estão revoltados, pois não acreditam que Delzimar realmente tentou se matar após executar a esposa. 

''Foi um teatro para diminuir a pena. Se ele quisesse se matar, tinha se matado. Ele conseguiu matar ela'', desabafou a familiar. 

O crime

Segundo a delegada Bárbara Alves, da Delegacia de Atendimento à Mulher, de Campo Grande, Delzimar e Eliete estavam bebendo em um bar próximo de casa. Eles voltaram para casa, onde discutiram. 

O suspeito teria pego uma faca e golpeado a vítima 22 vezes. Em seguida ele tentou tirar a própria vida, ao cortar o pescoço. Ele foi socorrido até a Santa Casa, onde foi atendido e liberado. Em seguida foi preso pela Polícia Militar. 

Apesar do relato da familiar, a Deam informou que o casal não tinha histórico de violência.