Menu
sábado, 23 de outubro de 2021 Campo Grande/MS
Campo Grande

Aulas presenciais na Capital terão aferição de temperatura e distribuição de máscaras

Máscaras, álcool 70 e sabão para lavagem das mãos, proteção aos professores fazem parte do protocolo de biossegurança para o retorno das aulas presenciais em Campo Grande

09 julho 2021 - 13h30Por Vinicius Costa

O retorno das aulas presenciais começa a ganhar forma e peso para o final de julho, mais precisamente no dia 26, data escolhida para o retorno dos alunos as escolas municipais no formato hibrido. Aos poucos, os detalhes de como funcionarão a entrada vão sendo divulgados e a princípio, aferição de temperatura e distribuição de máscaras estão entre os pontos principais.

A Prefeitura de Campo Grande, acompanhado da Semed (Secretaria Municipal de Educação), entende ser preciso rigidez nas instruções e montagem dos protocolos de biossegurança para que nada dê errado no retorno das aulas, mesmo no cenário pandêmico ainda bem vivido na cidade.

No entanto, as escolas estarão preparadas para receber os alunos e os servidores da melhor forma possível e em nota, a Semed esclarece que "as regras que devem ser cumpridas no ambiente escola como forma de evitar a disseminação da covid-19 são comuns a qualquer pessoa e ambiente".

Por isso, os alunos passarão por aferição de temperatura na entrada da escola, passarão álcool 70 para manter as mãos higienizadas. As unidades devem redobrar os cuidados e será intensificado o trabalho para manter a higiene das mãos e a limpeza dos ambientes.

Máscaras de proteção também estarão sendo doadas para os alunos. A secretaria aponta que pelo menos duas máscaras serão entregues aos estudantes, os professores e assistentes de educação infantil contarão com avental e face shield. Outro ponto elencado é que o álcool 70 e sabão líquido para lavagem das mãos estarão disponíveis para todos, de alunos a professores.

"Todos os trabalhadores da educação passaram ou vão passar, antes do retorno presencial escalonado dos alunos, por treinamento de biossegurança", completa a Semed.

As aulas presenciais na rede municipal de ensino pretende cumprir a risca o planejamento e o protocolo, deixando claro que haverá escalonamento no horário de entrada e ocupação de 30% a 50% nas salas nas escolas. Essa porcentagem foi calculada de acordo com a metragem do espaço para manter o distanciamento físico recomendado.

A prefeitura aponta que no retorno escalonado, os estudantes podem ser divididos em duas ou três turmas, que farão revezamento semanal. Dessa maneira, permanecerão por uma semana em aulas presenciais e, nas semanas seguintes, em aulas remotas.

Os horários das entradas, tanto no matutino quanto no vespertino, serão adaptados para evitar aglomerações. Caso a unidade escolar ofereça a educação infantil, o horário de entrada, até o grupo 5 (alunos com 5 anos), deverá ser às 7h e às 13h, o ensino fundamental I (alunos do 1° ao 5° ano) deverá ser às 7h15min e às 13h15min, e o ensino fundamental II (do 6° ao 9° ano) será às 7h30min e às 13h30min. Quanto às saídas, serão antecipadas para às 10h, para os alunos do matutino, e às 16h, para os do vespertino.

Os alunos que apresentarem sintomas, tais qual dor de garganta, febre acima de 37,5°C, perda de paladar ou olfato, não deverão ser enviados à escola, quando o retorno presencial for colocado em prática. Além disso, os alunos da Reme receberão informações a respeito das medidas de biossegurança e conceito de pandemia, sintomas e maneiras de transmissão da covid-19, de acordo com a faixa etária, por meio de vídeos ilustrativos, cartazes e materiais digitais.

Leia Também

Marquinhos confere trabalho manutenção em bocas de lobo e faz alerta para temporal
Campo Grande
Marquinhos confere trabalho manutenção em bocas de lobo e faz alerta para temporal
'Esquina da lama' volta a ser dor de cabeça a pedestres e motoristas no Los Angeles (vídeo)
Campo Grande
'Esquina da lama' volta a ser dor de cabeça a pedestres e motoristas no Los Angeles (vídeo)
Tempestade chega em Iguatemi e assusta população (vídeo)
Interior
Tempestade chega em Iguatemi e assusta população (vídeo)
Temporal atinge Bonito e deixa moradores ilhados (veja o vídeo)
Interior
Temporal atinge Bonito e deixa moradores ilhados (veja o vídeo)