tce janeiro
Menu
quinta, 27 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Campo Grande

Assessor diz que viveu inferno no gabinete do Capitão Contar e pede demissão

Ele chamou o parlamentar de 'pau mandado' do chefe de gabinete

02 dezembro 2021 - 09h30Por Thiago de Souza

Gerson Tadeu Tosta Espíndola, ex-assessor no gabinete do deputado estadual Capitão Contar, fez um sério desabafo nas redes sociais. O profissional destacou que viveu 'um inferno' enquanto trabalhou para o parlamentar. 

Conforme o texto no Facebook, publicado no dia 30 de outubro, Espíndola se despedia das funções no gabinete e agradecia aos amigos pela confiança durante a trajetória no legislativo. 

O trabalhador revelou que explodiu de alegria quando foi contratado por Contar, em 18 de outubro deste ano. Inclusive mostrou fotos da época, junto do deputado. Na sequência, porém, contou que viveu o pior período da vida dele. 

‘’Depois que eu entrei [no gabinete], foi como se estivesse caído de paraquedas no inferno! Graças a Deus ele teve piedade de mim, me tirou daquele circo que nunca vai fazer parte da minha vida’’, refletiu Gerson. 

Espíndola não detalhou exatamente o que sofreu, mas destacou que, nas redes sociais, o deputado é bem diferente do que realmente é. 

‘’... por meios de redes sociais falam palavras bonitas e pela família! Nem tudo que brilha é ouro.’’, denunciou Gerson. 

Outro ponto observado pelo ex-funcionário, é que tudo o que foi conversado entre ele e Contar no início dos trabalhos ‘’não passou de narrativas de um deputado comandado pelo seu Chefe de Gabinete, que também é Sócio da esposa do Deputado’’. 

‘’O chefe de gabinete faz do Contar um pau mandado’’, atacou Gerson, ao publicar um vídeo de humor, onde um cachorro discute com o dono. 

RESPOSTA

Pedimos resposta ao deputado e à assessoria. Aguardamos retorno. 

A esposa do parlamentar, Iara Contar, disse somente que não conhece Gerson.