TJMS JANEIRO
Menu
quinta, 20 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Campo Grande

Tiago Vargas é processado em R$ 50 mil por atacar PM e xingar Reinaldo Azambuja

Defesa do governador pede exclusão dos vídeos e retratação pública

06 julho 2021 - 19h11Por Thiago de Souza

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB), entrou com um processo por danos morais, contra o vereador Tiago Henrique Vargas. No dia 2 de julho, o parlamentar atacou uma blitz da Polícia Militar e fez ofensas ao governador. 

A ação foi apresentada pelo advogado de Azambuja, Ary Raghiant Neto, no dia 5 de julho. A defesa alega que, na ocasião, o vereador gravou vídeos ao lado de uma ação da PM, criticando e prejudicando o trabalho da corporação, que promovia uma ação de fiscalização do trânsito. 

Ainda segundo o advogado, o parlamentar chamou o governador do Estado de ‘’corrupto’’ e ‘’canalha’’, dizendo que ele deveria estar preso e não comandando a política de MS. 

Os vídeos foram publicados em duas redes sociais. No Facebook, foram 39 mil visualizações e  54 mil no Instagram. 
‘’não se pode admitir e tolerar condutas reprováveis como estas do requerido que configuram abuso do direito de liberdade de expressão, bem como crimes contra a honra e imagem do requerente, que é homem público, dotado de dignidade, ensejando, por certo, a devida reparação’’, diz trecho da petição. 

Na ação, que corre na 9ª Vara Cível de Campo Grande, o advogado do Governador pede indenização por danos morais no valor de R$ 50 mil. Além disso, pede, com urgência, que os vídeos sejam excluídos das redes sociais. 

Na ação, a defesa de Azambuja solicita ainda que Tiago Vargas promova uma retratação pública nos mesmos meios e nas mesmas redes sociais (Facebook e Instagram). Além disso, destaca que o pedido de desculpas deva permanecer por 30 dias nas redes sociais do vereador.