Menu
domingo, 13 de junho de 2021
Cidade Morena

Surpreso: sobre agressão à candidata, Kemp diz que pedido de desculpas foi omitido de vídeo

Ele destacou que a gravação foi editada, prejudicando o contexto

29 outubro 2020 - 07h00Por Thiago de Souza

O deputado estadual e candidato a prefeito de Campo Grande, Pedro Kemp, do PT, esclareceu, já no início da madrugada desta quinta-feira (29), os motivos pelos quais se irritou com a candidata a vereadora, Karla Cânepa, em discussão sobre distribuição do fundo partidário. Ele se mostrou surpreso com a divulgação do vídeo com as agressões e diz que seu pedido de desculpas foi omitido da gravação. 

Para entender o ocorrido na conversa entre Kemp e Karla, clique aqui.

Kemp diz que foi acusado por Cânepa de fazer distribuição injusta de dinheiro para as campanhas a vereador, privilegiando alguns candidatos. Na visão dele, Karla criou um clima de desconfiança em relação a ele, colocando em dúvida a conduta moral do petista. 

‘’...desde o início da campanha, veio reiteradamente fazendo falsas acusações a mim, a outras candidatas e a nossa candidata à vice-prefeita. Quanto a mim, agrediu minha honra e trajetória, construídas ao longo de 40 anos de militância...’’, esclareceu.  

Ainda segundo o candidato, assim que ficou ciente das acusações de Cânepa, avisou a assessoria dela que iria encontrá-la para esclarecer os fatos. 

‘’Exaltei-me diante das más intenções da candidata, que reafirmava suas falsas acusações...Após feitos os esclarecimentos, pedi desculpas a ela e a todos os presentes pela forma como reagi às suas acusações. Fui surpreendido 24 horas depois com esse vídeo editado e mal-intencionado, que omite meu pedido de desculpas e a conclusão da nossa conversa’’, concluiu o parlamentar. 

O vídeo que mostra Kemp fazendo agressões morais, inclusive encurralando a candidata com berros no ouvido, teve grande repercussão e alcançou 300 comentários e 244 compartilhamentos em menos de duas horas.