Menu
sábado, 16 de janeiro de 2021
Cidades

Corumbá decreta situação de emergência após famílias ficarem desabrigadas

Famílias perderam diversas coisas e necessitam de ajuda com materiais básicos

14 janeiro 2021 - 09h40Por Vinicius Costa

Corumbá decretou situação de emergência em decorrências das fortes chuvas que castigaram a cidade nos últimos dois dias, deixando diversas famílias desabrigas. As famílias foram acolhidas e passaram a receber atendimento em um posto que foi criado no ginásio José de Souza Damy.

Conforme a prefeitura da cidade, em 24 horas, o acumulado das chuvas atingiu 187,2 milímetros, superando o limite previsto para acontecer em todo o mês de janeiro.

Além das famílias que foram afetadas diretamente com as casas inundadas, a prefeitura informou que elas necessitam de materiais básicos, como alimentos e produtos de higiene e limpeza. Foi identificado vários danos estruturais na cidade também.

"Ficam dispensados de licitação os contratos de aquisição de bens necessários às atividades de resposta ao desastre, de prestação de serviços e de obras relacionadas com a reabilitação das áreas atingidas, desde que possam ser concluídos no prazo máximo de cento e oitenta dias consecutivos e ininterruptos", diz o documento.

O decreto passa a vigorar a partir da data de publicação e ficará vigente por 90 dias, podendo ser prorrogado pelo mesmo período.

Chuva intensa

A forte chuva que atingiu Corumbá na madrugada desta quarta-feira (13), causou alagamentos em vários bairros e na área central da cidade. Moradores e até animais foram resgatados pelos militares do Corpo de Bombeiros.

Os bairros mais atingidos foram Cristo Redentor, Popular Velha, Aeroporto, Maria Leite e Cravo Vermelho. Em muitos casos, os militares tiveram que resgatar pessoas e animais que ficaram ilhados e não conseguiam sair das casas invadidas pela água. Entre os resgatados, idosos, crianças e um bebê.