Menu
sexta, 18 de setembro de 2020
Cidades

Energisa faz serviço porco e quer mandar no Estado, dispara vereador

Conforme parlamentar, até agora manutenção pós-chuva não foi feita pela empresa

22 outubro 2019 - 07h00Por Vinícius Squinelo

Líder de reclamações no Procon/MS por três anos seguidos, a Energisa não anda conseguindo agradar praticamente ninguém em Mato Grosso do Sul. Em Campo Grande, após as chuvas fortes que caem desde o fim de semana, a situação ficou ainda pior.

No bairro Guanandi, por exemplo, a queda e volta da energia elétrica permaneceu até esta segunda-feira, dois dias depois do primeiro problema. As reclamações chegaram até o vereador Chiquinho Telles (PSD), líder do prefeito Marquinhos Trad na Câmara Municipal de Campo Grande.

“Essa empresa age como ela bem entende, não está nem fazendo a manutenção, diversos bairros sem energia após a chuva, mas a cobrança, altíssima diga-se por sinal, segue bem em dia”, disparou o parlamentar.

Chiquinho foi ainda mais direto: ‘a Energisa acha que é dona do Estado, meu medo é ela querer mandar em Mato Grosso do Sul’.

Conforme ele, a empresa ‘faz um serviço porco’. “Começa a relampejar no Ceará, acaba a energia aqui”.

E ainda despreza o consumidor. “Não pagou a conta é corte, sem humanidade, a Águas Guariroba, por exemplo, ainda conversa com o cara”.

O parlamentar afirma que acionou outros órgãos, como a própria Câmara, e o Ministério Público Estadual para realizar uma cobrança coletiva contra a Energisa em Mato Grosso do Sul.

Leia Também

Família fazia apelo para Elias largar mulher com histórico de agressividade
Cidades
Família fazia apelo para Elias largar mulher com histórico de agressividade
Bolsonaro defende volta às aulas e ataca professores: 'tá bom pra eles ficar em casa'
Geral
Bolsonaro defende volta às aulas e ataca professores: 'tá bom pra eles ficar em casa'
Jovem morre em Ponta Porã após aplicação estética em clínica clandestina no Paraguai
Hidrogel
Jovem morre em Ponta Porã após aplicação estética em clínica clandestina no Paraguai
Mais 829 brasileiros morrem de covid-19 nesta quinta-feira, diz Ministério da Saúde
Geral
Mais 829 brasileiros morrem de covid-19 nesta quinta-feira, diz Ministério da Saúde