IPVA GOV
(67) 99826-0686
REFIS FEV.

Fundação de Turismo será investigada por discriminação de gênero

Em escala global, mulheres recebem salários 17% menores do que o dos homens

4 OUT 2016
Diana Christie
19h00min
Foto: Foto: Bolivar Porto/Ilustração

Denúncia de discriminação por gênero renderá investigação no MPE (Ministério Público Estadual) contra a Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul, conforme edital de procedimento preparatório publicado nesta terça-feira (4), no diário oficial do órgão. Em sigilo, a apuração será conduzida pelo promotor Eduardo Franco Cândia.

De acordo relatório ‘Progresso das Mulheres do Mundo 2008/2009’, do Unifem (Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher), entidade ligada à Organização das Nações Unidas (ONU), as mulheres recebem salários, em média, 17% menores do que o dos homens. Isso em escala global.

Além disso, em empregos formais, um em cada oito homens pode alcançar altos cargos, enquanto a probabilidade de ascender na carreira e atingir postos de comando para as mulheres é de apenas uma em cada 40, conforme a ONG Repórter Brasil. A discriminação de gênero retratada na denúncia, no entanto, pode estar relacionada a outros problemas.

Em julho, por exemplo, a jornalista Nilmara Caramalac denunciou o presidente da Fundação de Turismo, Nelson Cintra, por suposto assédio. Carta da Fitert (Federação Interestadual dos Trabalhadores em Empresas de Radiodifusão e Televisão) em apoio a ela, entretanto, era falsa e rendeu polêmica. Leia mais aqui. Nelson, por sua vez, está na lista do TCE-MS (Tribunal de Contas do Estado) que considerou 119 políticos inelegíveis em MS.

Veja também