Menu
Busca segunda, 21 de outubro de 2019
Top Ms
Cidades

Na família: maioria das crianças vítimas de abuso sexual conhece o agressor

Disque 100: dados apontam que apenas 3,58% do total de abusadores são desconhecidos

23 junho 2019 - 11h30Por Maressa Mendonça

Do início do ano até agora, foram feitas 4.736 denúncias de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes em todo o país. Deste total, 119 só em Mato Grosso do Sul. Os dados são do Disque 100, órgão ligado ao Ministério dos Direitos humanos, e apontam que a maioria das vítimas conhece o agressor.

Conforme o levantamento, pais e padrastos foram suspeitos em 832 e 866 casos, respectivamente. Mães e madrastas, somadas, em outros 895. A lista inclui ainda avôs, tios, professores, líderes religiosos e amigos. O que surpreende é que quando se trata de desconhecidos, os casos diminuem.

No total, 254 suspeitos foram apontados como completos desconhecidos das vítimas. Em porcentagem, seria 3,58% do total. Em se tratando de pais, por exemplo, o percentual é de 11,71%.

Um dos casos mais recentes que chocou a população ocorreu em Londrina, Paraná. Um bebê de um ano chegou já sem vida na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Arapongas. Laudo preliminar do Instituto Médico Legal apontou que a criança teria sido sido vítima de estupro e o pai dela é o suspeito.

Exames médicos atestaram lesões nos órgãos genitais da menina, além de uma perfuração no pescoço. O pai já está preso.