(67) 99826-0686

Pacientes sobrevivem na 'força do braço' em pronto socorro superlotado

Capacidade é para seis pacientes e nesta sexta-feira estão 14 internados

14 JUN 2019
Maressa Mendonça
19h00min
Pronto socorro da Santa Casa está superlotado Foto: Repórter Top

Ao menos dois pacientes internados na Santa Casa estão respirando com a ajuda de respiradores manuais, os ambus nesta sexta-feira (14). No plantão anterior, o quadro era ainda pior com quatro pessoas nesta situação. O problema é resultado da superlotação no pronto socorro da unidade. A capacidade é para seis, mas, hoje estão internados 14.

Um leitor do TopMídiaNews enviou vídeo da unidade e questionou: “Onde está o dinheiro que deveria ser investido na saúde ?”. As críticas levam em consideração a situação dos pacientes e dos trabalhadores também.

Questionados sobre a organização dos profissionais responsáveis pelo controle dos ambus, o hospital respondeu, por meio da assessoria de imprensa, que há um plano de contingência em que os técnicos de enfermagem controlam os respiradores durante trinta minutos até que outro assuma o controle. A regra vale para os casos de até dois respiradores no mesmo setor.

Nos casos em que há necessidade de mais de dois respiradores manuais eles realizam uma escala a nível hospitalar. Técnicos de enfermagem de setores “mais tranquilos” são deslocados para o pronto socorro.

A assessoria do hospital ressaltou ainda que só atende pacientes enviados pelo sistema de regulação e reclama que pacientes continuam sendo enviados acima da capacidade do hospital. Esta central é coordenada pela Secretaria Municipal de Saúde Pública (Sesau). A reportagem tentou contato, mas, hoje é ponto facultativo e eles devem responder apenas na segunda-feira.

Com pronto socorro lotado e sem respiradores suficientes, pacientes da Santa Casa são mantidos vivos na 'força do braço' from Top Mídia News on Vimeo.

Veja também