Menu
segunda, 26 de julho de 2021
PMCG REFIS 16 A 29/07
Cultura

Gabriel Diniz é o terceiro vocalista da Cavaleiros do Forró a morrer em acidente

Além do cantor e de José Inácio Alexandre da Silva e de Eliza Clívia, guitarrista Edivan Paulo da Silva também foi vítima de acidente.

28 maio 2019 - 07h43Por Reprodução/G1

Gabriel Diniz, cantor que morreu nesta segunda-feira (27), é a terceira pessoa que já foi vocalista da banda Cavaleiros do Forró, do Rio Grande do Norte, a morrer em acidentes. José Inácio Alexandre da Silva, em 2005, e Eliza Clívia, em 2017, foram vítimas de acidentes automobilísticos.

O grupo também perdeu o guitarrista Edivan Paulo da Silva, em 2005. Diniz morreu em queda de avião de pequeno porte em Sergipe, junto de Linaldo Xavier e Abraão Farias, pilotos e diretores do Aeroclube de Alagoas.

Terceiro vocalista

Em 2005, uma colisão entre dois ônibus no Rio Grande do Norte provocou a morte de quatro pessoas. Entre as vítimas fatais estavam o vocalista do Cavaleiros do Forró, José Inácio Alexandre da Silva, e o guitarrista, Edivan Paulo da Silva.

Em 2017, Clívia morreu em acidente de trânsito em Aracaju, no Sergipe. Ela foi vocalista do grupo entre 2003 e 2013, e chegou a trabalhar com Diniz, que cantou com a banda entre 2010 e 2011. A Cavaleiros do Forró lamentou a morte de Diniz em redes sociais. "A vida é realmente um sopro. Nossos sentimentos à família do cantor Gabriel Diniz e toda equipe que com ele trabalhava."

Leia Também

Greve de caminhoneiros contra Bolsonaro fracassa e 'vira piada' na maior parte do País
Geral
Greve de caminhoneiros contra Bolsonaro fracassa e 'vira piada' na maior parte do País
Adolescente mentiu sobre estupro em carro de aplicativo em Campo Grande, revela delegada
Polícia
Adolescente mentiu sobre estupro em carro de aplicativo em Campo Grande, revela delegada
Rapaz se masturba para adolescentes em praça e vai preso em Bataguassu
Interior
Rapaz se masturba para adolescentes em praça e vai preso em Bataguassu
Frente fria que vai deixar MS com 1°C será mais duradoura que as anteriores
Cidades
Frente fria que vai deixar MS com 1°C será mais duradoura que as anteriores