Menu
sábado, 18 de setembro de 2021 Campo Grande/MS
Geral

Bolsonaro desafia governadores a criarem auxílio de mil reais

Presidente ressaltou que o benefício na verdade é um endividamento do Brasil

29 abril 2021 - 21h25Por Thiago de Souza

O presidente Jair Bolsonaro desafiou governadores, na noite desta quinta-feira (29), a criarem um auxílio emergencial de R$ 1 mil. A fala foi uma reação à críticas dos gestores ao valor baixo pago pelo Governo Federal. 

O desafio ocorreu durante a tradicional live das quintas-feiras. O presidente voltou a destacar que o dinheiro do auxílio é um endividamento. 

Bolsonaro apontou que os estados, sobretudo os do Nordeste, teriam caixa para inflar o auxílio emergencial. Isso, porque, na visão do presidente, os governadores do Nordeste ‘’fizeram caixa com o nosso recurso do ano passado...’’. 

‘’... vocês que fecham comércio que destroem milhões de empregos –, vocês podiam fazer o auxílio emergencial. Coloca R$ 1.000 até o fim do ano, já que me criticam, né? Bota R$ 1.000”, desafiou.

Auxílio 

Segundo o Metrópoles, em 2021, o retorno do benefício vem sendo feito em quatro parcelas, com valores específicos conforme o perfil de quem recebe. O valor médio dessa rodada é R$ 250, mas pode variar de R$ 150 a R$ 375 a depender da composição de cada família.