Menu
quinta, 03 de dezembro de 2020
Geral

Lava-Jato: defesa de Temer pede habeas corpus ao TRF-2

Advogados também pediram ao juiz Marcelo Bretas para que ex-presidente fique na PF no Rio

21 março 2019 - 18h41Por Thiago de Souza

A defesa do ex-presidente Michel Temer (MDB) entrou com dois pedidos à Justiça, horas após a prisão preventiva dele ser cumprida nesta quinta-feira (21), em São Paulo. Uma foi ao próprio juiz federal de 1ª instância, Marcelo Bretas e outro ao Tribunal Regional Federal da 2ª Região.

Conforme o G1, o pedido de habeas corpus para a segunda instância federal foi distribuído para o desembargador federal, Iva Athié, por prevenção, já que a investigação que terminou com a prisão de Temer tem conexão com a Operação Prypiat, que é de relatoria do magistrado.

Além do habeas corpus no TRF-2, a defesa de Temer também entrou com pedido para o juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal, que determinou as prisões, para que ele seja mantido em uma sala da Superintendência da Polícia Federal.

O ex-presidente Michel Temer foi preso em São Paulo na manhã desta quinta-feira (21) pela força-tarefa da Lava Jato do Rio de Janeiro. Os agentes também prenderam o ex-ministro Moreira Franco no Rio e o coronel João Baptista Lima Filho, amigo de Temer. A PF cumpre, ao todo, 10 mandados de prisão.

Inicialmente, Bretas determinou que Temer, Moreira e outro preso na operação fossem para a Unidade Prisional Especial da PM em Niterói. A Polícia Federal já comunicou ao magistrado que tem condições de manter Temer em sua superintendência.

 

 

Leia Também

Omertà: Pantanal Cap aposta em decisão favorável da Justiça antes de devolver dinheiro de cartelas
Cidade Morena
Omertà: Pantanal Cap aposta em decisão favorável da Justiça antes de devolver dinheiro de cartelas
Motorista de app adota cadela ao saber que ela seria sacrificada no RJ
Geral
Motorista de app adota cadela ao saber que ela seria sacrificada no RJ
Preso por ataque a banco em Criciúma já tentou soltar Marcola da cadeia
Geral
Preso por ataque a banco em Criciúma já tentou soltar Marcola da cadeia
Mais rigor: MPE quer lei seca e toque de recolher mais amplo em Campo Grande
Cidade Morena
Mais rigor: MPE quer lei seca e toque de recolher mais amplo em Campo Grande