Menu
Busca domingo, 15 de dezembro de 2019
Política

Temer na cadeia: Rose Modesto elogia Lava-Jato e diz que decisões judiciais devem ser respeitadas

Deputada tucana ponderou que ex-presidente tem direito de se defender

21 março 2019 - 17h16Por Thiago de Souza, de Campo Grande e Celso Bejarano do DF

A deputada federal mais votada por Mato Grosso do Sul, Rose Modesto (PSDB), defendeu a Operação Lava-Jato e diz que é preciso respeitar as decisões judiciais. Ela se referiu à prisão do ex-presidente Michel Temer (MDB) na manhã desta quinta-feira (21), em São Paulo.
 
Para a parlamentar, que é vice-líder do PSDB na Câmara, a operação, que começou com a força-tarefa da Procuradoria da República, Justiça Federal e Polícia Federal em Curitiba (PR), já apresentou resultados relevantes para a sociedade.

''Essa [que prendeu Temer] é mais uma fase que busca solucionar denúncias de corrupção na gestão pública'', diz Rose Modesto.

A prisão preventiva foi decretada contra Temer e o ex-ministro e ex-governador do Rio de Janeiro, Moreira Franco (MDB) pelo juiz federal que conduz a operação Lava-Jato no Rio, Sérgio Bretas.

Modesto ressalta que ao presidente Temer deve ser dado o amplo direito à defesa. Ela acrescentou que as investigações da maior operação policial do país contra a corrupção na política deve continuar.

Prisão

Por determinação do juiz federal Marcelo Bretas, que conduz a operação Lava-Jato no Rio de Janeiro, o ex-presidente Michel Temer, o ex-ministro e ex-governador do RJ, Moreira Franco e outros investigados tiveram prisão preventiva decretada nesta quinta-feira (21).

Essa fase da Lava-Jato investiga recebimento de propina por parte de Temer de empresas que atuaram na construção da usina de Angra 3.