TCE ABRIL 16 A 22/04
Menu
quarta, 21 de abril de 2021
COVID CONFLITO
Geral

Luisa Mell teme ser presa por salvar animais em Brumadinho: 'Se eu sumir é que eu fui presa'

A ativista tem criticado a forma como a polícia está trabalhando no resgate de animais ao descobrir que um helicóptero estaria atirando para matar

31 janeiro 2019 - 10h16Por Da redação / TV Foco

Luisa Mell é uma ativista daquelas. Ela não teme ninguém quando o assunto é salvar os animais de algum mal que estejam sofrendo, seja ele doméstico, na rua ou em eventos particulares. A apresentadora está em Brumadinho, Minas Gerais, local onde a barragem da Vale estourou e destruiu metade da cidade.

Lá, Luisa tem tentado salvar os animais que ainda se encontram vivos, mas presos a toda a lama. Nos últimos dias a ativista tem criticado bastante a forma como a polícia está trabalhando por lá, já que descobriu que um helicóptero estava matando alguns animais por meio de arma de fogo.

“Eles não queriam salvar os animais, queriam assassinar os animais, que é o que estão fazendo atirando do helicóptero. A hora que escutei a história falei ‘não é possível uma coisa dessas!’. É verdade. Olha que lixo. Olha que barbaridade. Olha que atrocidade“, lamentou Luísa nas redes sociais.

E continuou: “Infelizmente, alguns animais vão ter que ser eutanasiados. Eu tô ciente disso. Apesar de ser muito triste pra mim, a eutanásia é uma realidade em casos como esse. Mas o que a gente questiona é que não é eutanásia de cima de um helicóptero atirando. Isso é assassinato.”

Luisa segue sem conseguir engolir a forma como tudo está sendo tratada e dispara críticas ferrenhas diariamente. Por conta disso, sua presença no local começou a ficar ameaçada. “Tão com um plano pra me tirar de todas as ações”, falou a loira, que completou: “Pelo menos consegui atingir meu objetivo. Foi cancelada essa palhaçada de ficar atirando do helicóptero e agora tão começando a resgatar os animais. Talvez eu não consiga participar, porque tá todo mundo me sabotando, mas não tô nem aí. Se salvarem os animais, pra mim já tá bom.”