tjms 18/01 a21/01/2021
Menu
segunda, 18 de janeiro de 2021
dengue
Geral

Não falha uma: acusada de racismo e homofobia em padaria é apoiadora de Bolsonaro

Ela aparece em uma foto vestindo a camiseta do presidente

24 novembro 2020 - 20h51Por Thiago de Souza

Lidiane Brandão Biezok, 45 anos, que protagonizou cenas de racismo e homofobia em uma padaria de São Paulo, na sexta-feira (20), teve sua preferência política descoberta por internautas: ela é bolsonarista. 

Conforme a Folha Impacto, pessoas envolvidas em situações de racismo, violência física ou homofobia quase sempre são apoiadoras de Jair Bolsonaro. A mulher em questão agrediu fisicamente atendentes da padaria e passou a promover humilhações.

‘’Você só serve para pegar meus restos”, disse, entre tapas, arremesso de objetos e ofensas racistas e homofóbicas como “bicha”, “viado” destacou o Folha Impacto. 

Ainda segundo o site, ao vasculhar as redes sociais de Lidiane, internautas acharam uma foto dela com um grupo de pessoas fazendo campanha para o presidente da República. Inclusive todas as pessoas na imagem usam uma camiseta com o nome Bolsonaro e o lema exaltado pelo chefe do Executivo: ‘Brasil acima de tudo, Deus acima de todos’’.