TJMS SETEMBRO e outubro
Menu
quarta, 20 de outubro de 2021 Campo Grande/MS
senar 18/10 a 21/10
Geral

Padre é suspeito de desviar R$ 620 mil para drogas e farras sexuais em casa

Ele tentou alegar inocência, mas assumiu o vício em entorpecentes

23 setembro 2021 - 19h34Por Thiago de Souza

Francesco Spagnesi, 40 anos, foi preso suspeito de desviar o equivalente a R$ 620 mil da igreja onde atua. Ele torrava o montante com orgias e drogas, em Roma, na Itália. 

Segundo o The Times, o religioso atua na paróquia da Comuna de Prato, perto de Florença. As festas que ele promovia eram regada a drogas, segundo a polícia. Centenas de pessoas também são investigadas por participar das bagunças nos últimos dois anos. 

Um dos envolvidos nas festas criminosas era um colega de apartamento do religioso, que é traficante de drogas. Também há um terceiro suspeito, que eles acharam em sites destinados a homossexuais. 

As farras eram semanais, com participação de cerca de 20 a 30 pessoas. A apuração do caso começou, diz a polícia, quando o traficante amigo do padre importou um litro de chamada ‘’droga do estupro’’, usada para facilitar relações sexuais.

Em buscas no apartamento, os policiais encontraram garrafas adaptadas para funcionar como cachimbos de crack.

Desvios

Contador paroquial descobriu que, nos últimos quatro meses, cerca de R$ 620 mil foram retirados da conta bancária da igreja. Ainda segundo o The Times,  epois disso, o bispo local bloqueou o acesso aos fundos. 

No entanto, o padre Spagnesi teria passado a arrecadar dinheiro para os crimes  da cestinha de coleta da igreja e solicitar fundos aparentemente destinados a famílias de baixa renda. De acordo com o The Times, o sacerdote conseguiu arrecadar centenas de euros com essas doações. Alguns paroquianos doaram quantias individuais de até R$ 9,3 mil.

O padre alegou inicialmente que o dinheiro foi usado para ajudar famílias carentes, mas depois assumiu o vício em drogas.