Menu
sábado, 08 de maio de 2021
mais social 05 a09/05/2021
Geral

Testemunhas dizem que pastora Flordelis frequentava casa de swing

Informação foi dada à Polícia Civil do Rio de Janeiro

19 junho 2020 - 18h12Por Thiago de Souza

Testemunhas ouvidas no inquérito que apura a morte de Anderson do Carmo, disseram que a esposa dele, a deputada e pastora Flordelis, frequentava uma casa de swing no Rio de Janeiro. 

Conforme o SBT, uma empresária de 32 anos contou que, durante um culto liderado por Flordelis, uma supervisora reconheceu a pastora como frequentadora da mêsma casa de swing que ela ia. 

Ainda segundo a testemunha, a deputada tinha um quarto exclusivo no local onde são feitas trocas de casais e pagava caro por ele. 

Segundo o Metrópoles, quando ouviu as declarações da supervisora, a empresária lembrou de outro momento que chamou atenção. Ela diz que esteve na casa da pastora em um dia que o acesso era proibido aos fiéis e, na ocasião, encontrou Flordelis, Anderson, a filha biológica Simone, e o marido dela, André, todos saindo de um quarto, de toalha. E acrescentou que havia mais pessoas no local. Execução

O pastor Anderson do Carmo foi assassinado com vários tiros na garagem de sua casa, em Niterói, em junho de 2019.

A polícia identificou como suspeitos pelo crime Flávio dos Santos Rodrigues, filho biológico de Flordelis, e Lucas Cezar dos Santos, filho adotivo do casal. Eles foram denunciados e presos pelo crime.

Os filhos da parlamentar, no entanto, a acusam de participação no crime.