Menu
quinta, 26 de novembro de 2020
In Memoriam

Em dolorosa despedida, amigos se assustam com 'monstruosidade' de feminicídio

Rubia foi assassinada a tiros pelo ex-marido, que cometeu suicídio após o crime

15 novembro 2020 - 15h00Por Nathalia Pelzl

Amiga de adolescência de Rubia Aparecida Borges, 45 anos, assassinada a tiros pelo ex-marido, na noite deste sábado (14), em Cassilândia, usou as redes sociais para lamentar o ocorrido. 

“Sabe aquela sua melhor amiga da adolescência? Então essa era a minha, aquela inseparável, muito difícil cair a ficha e pensar que não irei te ver mais. Não dá pra aceitar o que aconteceu, um mostro retirar a sua vida amiga”, escreveu junto com fotos de momentos felizes com a vítima.

Nos comentários da postagem, muitos se mostraram surpresos com o fato e lembraram de como Rubia era querida. “Uma tragédia! Foi minha colega de sala na escola, colega de trabalho no Escritório MT e grande amiga na vida. Que Deus a receba e conforte os corações de todos os familiares e amigos que ficam”, disse um amigo.

CRIME 

Rubia Aparecida Borges, 45 anos, foi assassinada a tiros pelo ex-marido, o segurança Max Alessandro de Oliveira Pereira, 39 anos, na noite deste sábado (14), em Cassilândia.  Ela tinha medida protetiva contra o ex. 

Após executar a mulher, Max cometeu suicídio ao se jogar na frente de uma carreta com a moto que pilotava. Ele morreu na hora. 

Leia Também

Mãe e bebê de dois meses morrem após carro bater em coqueiro em Bonito
Interior
Mãe e bebê de dois meses morrem após carro bater em coqueiro em Bonito
Tumor retirado da cabeça de prefeito de Coxim é benigno, dizem médicos
Interior
Tumor retirado da cabeça de prefeito de Coxim é benigno, dizem médicos
Presidente da Fundação Palmares ataca: 'morto no Carrefour não era preto honrado'
Geral
Presidente da Fundação Palmares ataca: 'morto no Carrefour não era preto honrado'
Brasil tem 654 mortes por covid em 24h, diz Ministério da Saúde
Geral
Brasil tem 654 mortes por covid em 24h, diz Ministério da Saúde