Menu
Busca domingo, 19 de janeiro de 2020
In Memoriam

Contar e Thronicke lamentam morte de PRF durante ocorrência

Soraya lembrou tempos de faculdade e aproximação política; Já Contar pontuou qualidades do PRF

10 janeiro 2020 - 10h50Por Nathalia Pelzl

O deputado federal Capitão Contar e a senadora Soraya Thronicke, ambos do PSL, lamentaram, nesta sexta-feira (10), a morte do policial rodoviário federal Vladimir Benedito Struck, 45 anos. 

Contar destacou que Struck era “dedicado profissional, de um pai de família e de um brasileiro que queria ver a transformação do nosso País. Um guerreiro, um amigo, um patriota e mais do que tudo um grande ser humano”. 

Já Soraya lembrou os tempos de faculdade de Direito e a aproximação por meio da política. “Ele foi uma das mãos parceiras que veio para somar, e muito me ajudou! E não veio sozinho, mas sim com toda a sua família, principalmente a Priscila e a Sofia, sua filhota que não perde nenhuma manifestação”, disse a senadora. 

“Obrigada, meu amigo. Tínhamos muitos planos para você, mas os planos de Deus são os maiores e os melhores. Um dia todos nós nos reencontraremos, mas enquanto isso fique tranquilo, estaremos aqui cumprindo a nossa missão que ainda não terminou, ao lado da Pri e da Sofia. Gratidão e saudades!”, finalizou.

O acidente

Struck morreu na noite desta quinta-feira (9), por volta das 23h20, na Santa Casa de Campo Grande, após ser atropelado durante uma ocorrência e não resistir aos ferimentos.

O PRF morreu atropelado enquanto participava de um bloqueio na MS-258, em Sidrolândia, distante 68 quilômetros da Capital.

Ele foi atropelado por uma Ford F-1000, conduzida por Airton Ribas, 73 anos. Struck chegou a ser socorrido e transferido para Santa Casa de Campo Grande, mas não resistiu aos ferimentos.