Menu
segunda, 21 de setembro de 2020
Interior

Mau tempo impede encontro de Sérgio Moro com presidente e ministros na fronteira

Ministro brasileiro se encontrou com presidente da Secretaria Nacional Antidrogas do país vizinho

03 junho 2019 - 18h21Por Thiago de Souza

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, não conseguiu se encontrar com o presidente do Paraguai, Mário Abdo Benitez, na tarde desta segunda-feira (3), em Pedro Juan Caballero, no Paraguai. O motivo foi o mau tempo na região que impediu as decolagens e afetou, inclusive, a chegada d próprio Moro à região de fronteira.

No encontro com o presidente do país vizinho, Moro teria a companhia da ministra de segurança Argentina, Patricia Bullrich. Sem essas autoridades, o ministro brasileiro se encontrou com o diretor da Secretaria Nacinal Antidrogas do país vizinho, Arnaldo Giuzzio.

As autoridades, segundo o ABC Color, iriam discutir o combate ao narcotráfico na região, marcada por execuções sumárias e passagem de drogas e contrabando. Eles iriam sobrevoar áreas com plantações de maconha.

Nova Aliança

A deflagração da operação Nova Aliança, neste domingo (2), é um dos instrumentos que os três países, Argentina, Brasil e Paraguai, usam para combater o tráfico de drogas na região. Na ação policial, campos com plantações de maconha estão sendo destruídas.

O mau tempo também prejudicou a chegada de Moro à fronteira. Ele teve de pousar em Dourados, por volta do meio-dia de hoje e seguir de carro até Ponta Porã e depois Pedro Juan Caballero.

No país vizinho,  Sérgio Moro foi recebido na sede da Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai.  O diretor da Senad elogiou o trabalho da Polícia Federal brasileira e disse que o órgão deve ser referência para as instituições paraguaias.

Além das drogas, Giuzzio relatou que Sérgio Moro demonstrou grande preocupação com a questão do contrabando de cigarros, que prejudica igualmente as cidades brasileiras que fazem fronteira com o Paraguai e de quebra causa prejuízos ao sistema tributário brasileiro.
   

 

 

Leia Também

Recém-nascida é deixada pendura em portão dentro de sacola
Geral
Recém-nascida é deixada pendura em portão dentro de sacola
Mais fácil entrar em Direito na UFMS que ganhar eleição a vereador em Campo Grande
Política
Mais fácil entrar em Direito na UFMS que ganhar eleição a vereador em Campo Grande
Enquete: maioria dos leitores quer toque de recolher mais rígido em Campo Grande
Cidade Morena
Enquete: maioria dos leitores quer toque de recolher mais rígido em Campo Grande
Empresário Carlito Nahas morre de coronavírus em Campo Grande
In Memoriam
Empresário Carlito Nahas morre de coronavírus em Campo Grande