TJMS JANEIRO
Menu
sexta, 21 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Interior

Mulher que queimou filhos faz tratamento no Caps em Sidrolândia

A mulher foi solta durante audiência de custódia e agora terá acompanhamento psicológico

14 janeiro 2022 - 10h19Por Dany Nascimento

A mãe que ateou fogo nos filhos não foi encaminhada para um hospital psiquiátrico, mas vai fazer acompanhamento psicológico. As informações são do delegado de Sidrolândia, Diego Dantas.

Segundo ele, a mulher será atendida por profissionais do Caps (Centro de Atendimento Psicossocial).

“Já oficiou o Caps local para acompanhamento e todas as circunstâncias serão evidenciadas e seguem no inquérito policial”, disse o delegado.

A menina de 11 anos e o rapaz de 20 anos, queimados pela genitora, continuam internados na Santa Casa de Campo Grande.

A menina teve 12% do corpo atingido, com queimaduras de 1º e 2º grau na cabeça, lábios e região cervical.

O jovem de 20 anos segue estável, com queimadura de 2º grau na face, orelha, mão e antebraço esquerdo.

Segundo a assessoria de imprensa do hospital, os dois seguem na enfermaria do Centro de Tratamento de Queimaduras, sem previsão de cirurgia.

Os médicos aguardam a evolução das queimaduras para avaliar procedimento cirúrgico. 

Relembre o caso

Uma mulher, que não teve a identidade revelada, foi presa na noite do último domingo (9), após atear fogo nos filhos dentro de uma residência, no bairro Jardim do Sul, em Sidrolândia. 

A Polícia Militar foi acionada e, ao chegar no imóvel, encontrou um rapaz de 20 anos com ferimentos de queimadura  pelo corpo.

Ele confirmou que a mão jogou gasolina e acendeu um isqueiro. Ela também teria queimado a filha de 11 anos. 

A mãe estava chorando e dizendo palavras desconexas. Os pais da mulher acusada chegaram ao local e disseram que ela sofre de problemas psiquiátricos. 

O ex-esposo afirmou que a mulher sofre de Transtorno Bipolar Afetivo.  

A mãe passo por audiência de custódia e foi solta.