Menu
domingo, 19 de setembro de 2021 Campo Grande/MS
Polícia

‘Menina caiu do sofá’, alega defesa de tios suspeitos de espancar crianças na Capital

Crianças foram entregues aos tios após uma delas ser estuprada pelo pai

05 fevereiro 2019 - 10h47Por Dany Nascimento e Anna Gomes

Três crianças foram recolhidas pelo Conselho Tutelar e levadas para um abrigo após serem supostamente agredidas pelos tios, em uma residência no bairro Vila Marli, em Campo Grande. Um menino de 4 anos e duas meninas, uma de 3 anos e outra de 1 ano, foram recolhidas e estão sob a guarda dos tios desde novembro do ano passado.

O advogado de defesa do casal, José Hamilton de Souza, nega as acusações e afirma que a menina de 3 anos está com o olho roxo porque caiu do sofá da casa. “A mulher faz diária todos os dias para sustentar dois filhos e os três sobrinhos, o pedreiro trabalha, para agora serem acusados de agressão. A menina caiu do sofá”, diz o advogado.

Segundo Hamilton, a Justiça concedeu a guarda para os tios, após uma das crianças ser estuprada pelo pai. Sobre feridas encontradas na cabeça da criança de 1 ano, o advogado afirma que não seria decorrente de agressão física. “Aquilo na cabeça é de sífilis da mãe, que era usuária de drogas”.

Os suspeitos prestaram esclarecimentos na manhã desta terça-feira (5), na DEPCA (Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente).