Menu
terça, 29 de setembro de 2020
Polícia

Medo predomina na vizinhança de fuzilamento; família limpa sangue de rapaz assassinado

Os familiares jogam água e sabão para tirar as manchas de sangue e marcações feitas pela perícia no local

10 abril 2019 - 11h00Por Dany Nascimento e Anna Gomes

Os familiares do estudante Matheus Xavier, 20 anos, assassinado com diversos disparos de fuzil na noite de ontem (9), limpam o sangue que ficou na frente da residência da vítima na manhã desta quarta-feira (10), no bairro Jardim Bela Vista, em Campo Grande.

O rapaz foi executado quando manobrava o carro do pai, uma caminhonete S10 de cor branca. Nenhum dos parentes da vítima aceita conversar sobre o caso com a imprensa, assim como os vizinhos. O clima é silencioso na região.

O TopMídiaNews também avistou alguns investigadores da Polícia Civil tentando conversar com a vizinhança, mas nenhum deles aceitou fornecer informações do caso.

Policiais do GOI (Grupo de Operações e Investigações da Polícia Civil) disseram que não conseguiram imagens do circuito de segurança da região e as investigações seguem na Delegacia de Homicídios.  

O caso

O universitário Matheus Xavier, 20 anos, foi morto com vários disparos de fuzil quando estava na caminhonete do pai para buscar os irmãos na escola. Ele acabou assassinado, supostamente por engano, no começo da noite de ontem (9), no Jardim Bela Vista, em Campo Grande.

De acordo com a Polícia Civil, Matheus foi retirar a caminhonete, uma S-10, que pertence ao pai, da garagem. Ao manobrar o veículo, ele foi atacado por ocupantes de um carro sedan de cor preta, que realizaram vários disparos de fuzil contra o rapaz.

Matheus era filho do policial militar Paulo Xavier, que já chegou a ser preso pelo menos duas vezes por envolvimento na máfia da Jogatina. O PM teria relatado para a polícia que o atentado seria para ele e não para o filho.

Conforme os relatos da PM que estão no histórico da ocorrência, todos os dias Paulo vai buscar os filhos na escola no mesmo horário e sempre dirigindo a caminhonete. Por acaso, na noite de ontem, quem iria seria Matheus, que acabou sendo assassinado.

Leia Também

Fundação Manoel de Barros realiza Live com Maria Quitéria para celebrar o Dia do Idoso
Cultura
Fundação Manoel de Barros realiza Live com Maria Quitéria para celebrar o Dia do Idoso
Após 30 anos, Av. Marechal Deodoro será recapeada e vai ganhar corredor de ônibus
Cidade Morena
Após 30 anos, Av. Marechal Deodoro será recapeada e vai ganhar corredor de ônibus
Em busca da reeleição, Marquinhos tem projeto de 40 obras e 16 mil novos empregos
Política
Em busca da reeleição, Marquinhos tem projeto de 40 obras e 16 mil novos empregos
Ainda em alta: pandemia já matou 1.293 pessoas em MS
CORONAVÍRUS
Ainda em alta: pandemia já matou 1.293 pessoas em MS