Menu
quinta, 29 de julho de 2021
SEGOV - MICROCREDITO 27 A 29/07
Polícia

Com '#JustiçaSejaFeita', policiais dão apoio a PRF que matou empresário em briga de trânsito

Sindicato dos PRFs afirma respeitar a família, mas acredita que policial agiu em legítima defesa

11 abril 2019 - 10h26Por Rodson Willyams e Dany Nascimento

O presidente do sindicato dos policiais rodoviários federais de Mato Grosso do Sul, Ademilson de Souza Benites, de 49 anos, e diversos agentes da PRF, acompanham, na manhã desta quinta-feira (11), o julgamento do colega de farda, Ricardo Hyiun Su Moon.

O réu é acusado de matar o empresário Adriano Correia do Nascimento, no dia 31 de dezembro de 2016, em uma briga de trânsito. O julgamento acontece no Tribunal do Júri, em Campo Grande.

Para o sindicalista, o policial agiu certo e em legítima defesa. "Hoje viemos aqui para dar força para o Moon. Acreditamos que ele teve uma atitude de policial e agiu em legítima defesa. O Adriano avançou com o carro em cima do policial e ele acabou revidando, tendo uma atitude contra o Adriano", comentou o presidente.

Ele destaca que, mesmo que um policial esteja de folga, o 'policial é policial 24 horas'. "A categoria tem respeito pela família de Adriano. A gente não gostaria que tivesse chegado ao resultado morte, mas acreditamos que ele [Ricardo] agiu mesmo em legítima defesa".

O grupo de PRFs está vestido com camisetas personalizadas com os dizeres: "Estamos com você Moon", "Força Moon" e "#justiçasejafeita".