TCE Novembro
TJMS DEZEMBRO
Menu
sábado, 04 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
CAMARA - vacinaçao
Polícia

Duas semanas após cometer crime, trio que matou jovem por cachorro está foragido

O crime completa duas semanas nesta quinta-feira, e até o momento, os suspeitos ainda não se apresentaram na delegacia

05 abril 2018 - 09h30Por Anna Gomes

O trio suspeito de espancar e matar Luiz Henrique de Souza Barbarotti, 20 anos, continua foragido após quase duas semanas do assassinato. O motivo de toda confusão, que aconteceu no dia 22 do mês passado, seria uma briga entre os cães dos suspeitos e o da vítima.

Na manhã desta quinta-feira (5), a equipe de reportagem do TopMídiaNews entrou em contato com o delegado Sérgio Luiz Duarte, da 2ª Delegacia de Polícia Civil, que está investigando o caso. A autoridade policial destacou que o trio já foi identificado, entre eles, um adolescente de 17 anos também estaria envolvido.

"São dois maiores e um menor. A princípio, conforme a defesa dos suspeitos, eles iriam se apresentar, mas até o momento, não foi que aconteceu. Estamos investigando e eles estão foragidos", disse o delegado.

A equipe de reportagem também entrou em contato com a família da vítima. O pai de Luiz, abalado com toda situação, prefere não conversar muito e adianta que tudo agora está nas 'mãos da polícia e de Deus'.

O caso

Luiz e os amigos foram perseguidos, agredidos, e o jovem acabou morrendo ao ser baleado nas costas. Conforme informações policiais, a vítima estava levando seus cachorros para passear na Orla Morena, juntamente com mais dois amigos. Ao retornar, os colegas estavam caminhando pela Rua Dois de Outubro, quando dois homens chegaram em uma casa e, ao abrirem o portão da residência, dois cachorros escaparam.

Os cães do suspeito, sendo um de porte pequeno e outro um pit bull, teriam partido para cima das vítimas, sendo que um dos jovens chegou a ser mordido pelos animais. Os amigos brigaram com o cachorro do suposto autor, que não gostou, e todos entraram em luta corporal.

Luiz e os amigos foram embora do local, mas a dupla chamou mais um  suspeito e os três perseguiram as vítimas. Cerca de algumas quadras de onde a confusão aconteceu, um veículo Volkswagen Crossfox parou e o trio suspeito desceu do carro, sendo um deles armado com um revólver.

Novamente uma outra discussão aconteceu e todos os seis envolvidos entraram em luta corporal. Luiz foi atingido por um disparo de arma de fogo e morreu no local. O trio suspeito fugiu após o crime e ainda não foi localizado.

O caso foi registrado como homicídio qualificado por motivo fútil na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro, mas segue sendo investigado pela 2ª Delegacia.