Menu
sexta, 25 de setembro de 2020
Polícia

Extradição de ex-PM preso no Paraguai por homicídio e sequestro deve ser rápida

Ele é conhecido como 'rodriguinho' e disse ter várias fazendas no país vizinho

09 junho 2019 - 15h58Por Thiago de Souza

Antônio Batista Rodrigues, conhecido como ''Rodriguinho'' deve ser extraditado para o Brasil rapidamente, informou a Polícia Nacional do Paraguai. Ele, que já foi policial militar, foi preso em Assunção, no sábado (8), e disse desconhecer os mandados de captura.

Conforme o Porã News, acordo entre os dois países permite extradição rápida do criminoso ao país de origem.

Rodriguinho morava em um hotel na capital paraguaia e foi abordado pela Polícia Nacional do Paraguai quando andava pela avenida Santa Teresa. Foi descoberto que ele tinha 14 ordens de captura a pedido da Justiça Federal brasileira, por homicídio e sequestro.

Antônio Batista disse que é pecuarista na região de Ybicúi e em Capitán Bado, no país vizinho. Ele se apresenta como proprietário de várias fazendas no Paraguai.

A Interpol foi comunicada da prisão e deve acionar as autoridades brasileiras que vão providenciar a extradição.

 

Leia Também

Relator da PEC da 2ª instância, Fábio Trad lamenta: 'não há articulação para aprovar o texto'
Política
Relator da PEC da 2ª instância, Fábio Trad lamenta: 'não há articulação para aprovar o texto'
Obstetra envolvida em morte de Sheyza dá caminhão como fiança e fica solta
Interior
Obstetra envolvida em morte de Sheyza dá caminhão como fiança e fica solta
Baleado na mão e no tórax, vítima do falso frete segue estável em UPA
Cidade Morena
Baleado na mão e no tórax, vítima do falso frete segue estável em UPA
Usuário de drogas é morto com tiro no pescoço no Itamaracá
Polícia
Usuário de drogas é morto com tiro no pescoço no Itamaracá