Menu
terça, 27 de julho de 2021
SEGOV - MICROCREDITO 27 A 29/07
Polícia

Ministério Público pede prisão preventiva de jovem que matou namorada atropelada

MP entende que é "necessária a manutenção da prisão" para o benefício da ordem pública

15 maio 2021 - 15h50Por Vinicius Costa

O Ministério Público de Mato Grosso do Sul pediu a prisão preventiva de Rafael de Souza, de 19 anos, acusado de matar a namorada Mariana Vitória Vieira, de 19 anos, em um acidente na madrugada deste sábado (15), na Avenida Arquiteto Rubens Gil de Camilo, em Campo Grande.

O pedido foi baseado nos artigos 311, 312 e 313 do Código de Processo Penal e a prisão em flagrante, na visão do MP, é "necessária a manutenção da prisão" para o benefício da ordem pública.

A recomendação da prisão foi assinada pelo 5° promotor de Justiça, Plínio Alessi Júnior.

Rafael foi preso em flagrante e indiciado pelo crime de homicídio qualificado pelo feminicídio, seguindo como base o artigo 121 do Código Penal. Para o Ministério Público, mesmo que a investigação entenda que não houve feminicídio, já que a situação ainda não está esclarecida, ele deveria permanecer preso.

"É evidente a prática de homicídio, doloso, ainda que por dolo eventual, na medida em que é inconteste que o autuado dirigiu veículo automotor embriagado, levando sua namorada sobre o capô, em via rápida, ceifando a vida da mesma", diz trecho do pedido.

Ainda no final do pedido, o promotor esclarece que pela garantia da ordem pública e contendo indícios suficientes para aplicação da lei, aguarda a decisão de que se deve ser decretada a prisão de Rafael Souza.

"Brincadeira" da morte

Segundo o acusado, a jovem teria subido no capô do carro para fazer uma brincadeira.

Para a polícia, o jovem explicou que, em um primeiro momento, foi ele em que subiu no capô do carro da vítima para fazer a brincadeira, enquanto Mariana estava dirigindo. No entanto, o casal trocou de lugar para que ela pudesse fazer o mesmo movimento.

O auxiliar contábil prestou depoimento no início da tarde deste sábado (15) para esclarecer os fatos que provocaram a morte de sua namorada.

Outro atropelamento

Preso em flagrante por atropelar e matar a namorada hoje (15), o motorista Rafael de Souza, 19 anos, já teria se envolvido em outro acidente de trânsito e quase matado um motociclista em 2019.

Segundo fonte ouvida pelo TopMídiaNews, no Carnaval daquele ano, Rafael atropelou um rapaz, que chegou a ficar em estado grave de saúde

O registro ocorreu quando Rafael ainda era menor de idade, conforme consta em ficha corrida obtida pela reportagem.