Menu
domingo, 20 de setembro de 2020
Polícia

Oito pessoas já foram ouvidas em investigação da morte de diarista em riacho no Nova Lima

O cadáver já em avançado estado de decomposição foi localizado às margens de um riacho do Bairro Nova Lima

12 fevereiro 2019 - 10h16Por Anna Gomes

Ainda é um mistério para a polícia as causas da morte da diarista Rosana dos Santos Dantas, 32 anos, que teve o corpo encontrado no último dia 3 deste mês. O cadáver, já em avançado estado de decomposição, foi localizado às margens de um riacho do Bairro Nova Lima, em Campo Grande.

De acordo com o delegado Paulo Sérgio, da 2ª Delegacia de Polícia Civil, até a manhã desta terça-feira (12), pelo menos oito pessoas próximas de Rosana já haviam prestado depoimento, mas a autoridade adianta que precisa aguardar os laudos para descobrir as causas da morte da diarista.

“Os laudos ainda devem demorar cerca de 20 dias para ficarem prontos. A morte dela é um mistério que logo deve ser desvendado. Já ouvimos várias testemunhas para saber como foi a rotina da vítima no dia que ela acabou morrendo”, disse.

Ainda segundo o delegado, a diarista era casada e tinha quatro filhos com idade de 3 a 13 anos e o caçula ainda era amamentado. Ela era acostumada a frequentar o riacho para se refrescar em dias quentes, mas Paulo Sérgio reforça que só os laudos poderão mostrar o que de fato aconteceu com Rosana.

“Os moradores do bairro são acostumados a irem até o riacho para tomarem banho. Já ouvimos o marido, o pai e pessoas que estavam com ela no dia que sumiu. De acordo com as primeiras investigações, a vítima não aparenta ter inimigos”, disse.

O caso

O cadáver foi encontrado por moradores que tomavam banho no riacho, localizado na região norte da Capital. Eles informaram que viram algo boiando e acharam que fosse um travesseiro. Ao se aproximarem, perceberam que era uma pessoa e acionaram equipes do Corpo de Bombeiros e Polícia Militar. No local não havia documentos para identificação da vítima.

Leia Também

Prefeito em MS ameaça dar tiro em bolsonaristas
Polícia
Prefeito em MS ameaça dar tiro em bolsonaristas
Chuva pode dar as caras já neste sábado e no domingo em Campo Grande
Cidade Morena
Chuva pode dar as caras já neste sábado e no domingo em Campo Grande
Brasil tem 739 mortes pela covid-19 em 24 horas, diz Ministério da Saúde
Geral
Brasil tem 739 mortes pela covid-19 em 24 horas, diz Ministério da Saúde
Saudade é tanta, que um ano após perder o filho, Thayelle ainda escuta Miguel chamar
Entrevistas
Saudade é tanta, que um ano após perder o filho, Thayelle ainda escuta Miguel chamar