(67) 99826-0686
Camara Maio

Polícia usa bombas de gás para dispersar estudantes durante protesto

Três bombas foram lançadas em direção aos manifestantes. Não há informações sobre feridos

15 MAI 2019
Da redação/Gaúcha ZH
17h29min
Foto: Reprodução/Gaúcha ZH

Um confronto entre os alunos que protestavam em frente à Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e a tropa de choque da Brigada Militar foi registrado no fim da manhã desta quarta-feira (15), em Porto Alegre. A confusão teria começado quando estudantes trancaram a Rua Sarmento Leite, em frente ao campus central, fazendo com que a polícia fosse acionada para dispersar a movimentação. 

Segundo informações de pessoas presentes no local, três bombas foram lançadas em direção aos manifestantes. Não há informações sobre feridos. Por volta do meio-dia, a tropa de choque não estava mais no local e a situação havia sido controlada. Os alunos se encontram dentro da área da Faculdade de Educação e manifestam com gritos de ordem.  A mobilização faz parte da paralisação nacional contra os cortes na educação, marcada para esta quarta em todo o Brasil. 

Uma marcha deve reunir educadores e estudantes nesta tarde em Porto Alegre. A concentração está marcada para as 13h, em frente ao Instituto de Educação, na Avenida Osvaldo Aranha. Depois de um abraço simbólico à instituição, os manifestantes devem seguir em caminhada, passando pela Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA), pelo campus de Porto Alegre do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) e pela sede do INSS, no centro da Capital. De lá, a previsão é de seguirem para a Esquina Democrática, onde está prevista união de diversos grupos para protesto a partir das 18h. 

Veja também