Menu
Busca quinta, 04 de junho de 2020
Gov - Compre de Casa
Polícia

Tio de menina encontrada morta em morro confessa o crime

Paulo Sérgio foi preso após ser reconhecido por um morador de rua

11 outubro 2019 - 08h01Por Extra Globo

O tio da menina Estela Evangelista de Oliveira, de 6 anos, Paulo Sérgio Evangelista da Costa, de 29 anos, que foi preso na noite desta quinta-feira no Aterro do Flamengo, na Zona Sul do Rio, confessou, em depoimento na Divisão de Homicídios da Capital (DH), que matou a criança. A menina foi encontrada morta com sinais de estrangulamento nesta quarta-feira, no Morro dos Prazeres, em Santa Teresa, onde a família morava. Ela estava desaparecida desde a manhã de sábado, quando Paulo disse que a levaria à Praia do Flamengo e não retornou com a sobrinha.

De acordo com a Polícia Civil, Paulo ficará detido, e agentes da Especializada irão até o Plantão Judiciário para conseguir o mandado de prisão contra ele. Nesta quinta, a prisão foi efetuada por agentes do Aterro Presente, que conduziram o tio de Estela até a 9ª DP (Catete). Posteriormente, ele foi levado para a DH.

Paulo Sérgio foi preso após ser reconhecido por um morador de rua, que alertou aos agentes do Aterro Presente sobre o paradeiro de Paulo.

— A primeira vez que eu vi o Paulo na rua foi na segunda-feira. Fiquei uns três dias com ele, que não queria aparecer muitos. A irmã dele passou pelo Aterro e mostrou a foto dele, alertando sobre o caso. Eu fiquei impressionado com a história, ainda mais porque o Paulo parecia não ter remorso nenhum. No tempo em que eu observei ele na rua, parecia uma pessoa normal. Comia e dormia normalmente. Achei muito estranho isso. Eu reconheci ele pela foto que a irmã mandou e por uma tatuagem que ele tem. Assim que percebi que era ele, fui atrás da polícia. Ele se mostrou um cara muito frio.

De acordo com uma tia da menina, a família tinha a informação de que Paulo estaria morando em um casarão abandonado nas proximidades do Aterro.

— Eu só quero saber a verdade, o que realmente aconteceu — desabafou.

Segundo a mulher, o corpo de Estela foi encontrado sob uma escada, próximo a algumas casas, a três minutos de distância da residência em que ela morava com a mãe e Paulo Sérgio, no alto do Morro dos Prazeres. Os familiares reconheceram o corpo pelas roupas e um colar que a menina estava usando no dia do desaparecimento.

O laudo preliminar apontou enforcamento como a causa da morte. De acordo com o documento, não há sinais de que a menina tenha sido vítima de violência sexual. O sepultamento de Estela será nesta sexta-feira, às 14h, no Cemitério São Francisco Xavier, no Caju.

 

Leia Também

RECORDE DO DESESPERO: Brasil registra 32,5 mil mortos pela covid-19
Geral
RECORDE DO DESESPERO: Brasil registra 32,5 mil mortos pela covid-19
GOSTOU? Trump não tem efeitos colaterais por tomar hidroxicloroquina
Geral
GOSTOU? Trump não tem efeitos colaterais por tomar hidroxicloroquina
FILIADO AO DEM: Pedrossian Neto nega saída de secretaria para ser vice de Marquinhos
Política
FILIADO AO DEM: Pedrossian Neto nega saída de secretaria para ser vice de Marquinhos
PM transfere tenente que matou professora no trânsito do interior para Campo Grande
Cidade Morena
PM transfere tenente que matou professora no trânsito do interior para Campo Grande