Menu
quinta, 24 de setembro de 2020
Polícia

Corpo foi encontrado há 1 mês, mas polícia não sabe sequer identidade de acompanhante misterioso

A polícia aguarda os resultados dos laudos da causa da morte, que podem demorar mais 20 dias pra ficarem prontos

07 março 2019 - 19h00Por Anna Gomes

Para descobrir as causas da morte de Rosana dos Santos Dantas, 32 anos, a Polícia Civil ainda aguarda os resultados dos laudos realizados no corpo da vítima, encontrado no dia 3 do mês passado, às margens de um riacho, localizado no Bairro Nova Lima, região norte de Campo Grande.

De acordo com o delegado Paulo Sérgio, da 2ª Delegacia de Polícia Civil da Capital, os laudos ainda devem demorar cerca de 20 dias para ficarem prontos. Com os resultados, a autoridade adianta que também deve conseguir saber se a vítima sofreu algum tipo de abuso sexual.

A última vez que Rosana foi vista, ela estava na garupa de uma motocicleta pilotada por um homem que também não foi identificado. “Estamos ouvindo pessoas para conseguir descobrir quem seria o motociclista visto com a vítima. Não podemos fornecer maiores detalhes para não atrapalhar as investigações, mas elas estão prosseguindo”, disse o delegado.

O caso

O cadáver de Rosana foi encontrado por moradores que tomavam banho no riacho. Eles informaram que viram algo boiando e acharam que fosse um travesseiro. Ao se aproximarem, perceberam que era uma pessoa e acionaram equipes do Corpo de Bombeiros e Polícia Militar. No local não havia documentos para identificação da vítima.

Mãe de quatro filhos

O corpo de Rosana foi identificado pelo pai que não sabe quem seria o motociclista que estava com sua filha. A vítima deixou quatro filhos, inclusive, ainda amantava o filho caçula, de três anos.

Leia Também

Pai que roubou doações para filho com doença rara ganha prisão domiciliar
Geral
Pai que roubou doações para filho com doença rara ganha prisão domiciliar
Pilantra: mulher finge estupro para ganhar seguidores em redes sociais
Geral
Pilantra: mulher finge estupro para ganhar seguidores em redes sociais
Covid-19 mata mais 869 brasileiros em 24 horas, lamenta Ministério da Saúde
Geral
Covid-19 mata mais 869 brasileiros em 24 horas, lamenta Ministério da Saúde
Ladrão com faca invade casa de madrugada e morador 'mete bala' no Tijuca
Polícia
Ladrão com faca invade casa de madrugada e morador 'mete bala' no Tijuca