tce janeiro
Menu
quinta, 27 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Política

Agentes de saúde de MS pressionam deputados para derrubar veto de Bolsonaro no reajuste

Eles estiveram em reunião com a deputada Rose Modesto que garantiu apoiar a categoria

08 dezembro 2021 - 10h47Por Rayani Santa Cruz

Agentes comunitários de saúde e endemias de MS, e de outros estados estão acampados em Brasília para pressionar deputados a derrubarem o veto que retira da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) 2022, a previsão de reajuste do piso salarial nacional da categoria. A deputada Rose Modesto (PSDB) garantiu que vai apoiar a causa.

O veto de Jair Bolsonaro não agradou a categoria criada há 30 anos, e agora, os agentes tentam convencer a bancada federal a derrubar o veto 44/21. Eles viajaram de ônibus, carro, avião e passam até 14 horas no local.

O esforço foi comentado pela deputada federal durante reunião. Ela disse que apoia os agentes.

"Depois de uma pandemia, não é mais discurso. Não é receber flores e não é mais música nas frente dos hospitais. Tudo isso é importante, mas a melhor homenagem que podemos dar é o reajuste do salário, o aumento do piso, aposentadoria especial. E esse é o momento", disse a parlamentar.

A parlamentar destacou que ontem (7), o grupo se reuniu mais uma vez em Brasília, mas a sessão foi cancelada. 

"A votação ocorreria hoje, mas a Sessão do Congresso foi cancelada. Isso não fez com que eles desistissem, pelo contrário, representantes de todo o Brasil se reuniram no auditório Freitas Nobre e convidaram os parlamentares a se pronunciarem sobre a pauta."

"Reafirmei meu apoio aos Agentes de Saúde e Agentes de Endemia de Mato Grosso do Sul e de todo o Brasil. Seguimos no compromisso pela aprovação do reajuste do piso nacional!".