Menu
domingo, 24 de janeiro de 2021
Covid 18/01 a 24/01
Política

Após votar no Rio de Janeiro, Bolsonaro defende voto impresso a apoiadores

"Que nós possamos ter em 2022 um sistema seguro que possa dar garantias ao eleitor que em quem ele votou, o voto foi efetivamente para aquela pessoa", diz

29 novembro 2020 - 13h11Por Diana Christie

Eleitores hoje votam no segundo turno no Rio de Janeiro. O presidente Jair Bolsonaro votou na Escola Municipal Rosa da Fonseca, na Vila Militar, em Deodoro, na Zona Oeste do Rio. Ele chegou por volta das 10h35 deste domingo (29) ao local.

Segundo o G1, ele estava acompanhado por uma comitiva e usava máscara, como determinam as medidas sanitárias em vigor na capital fluminense. No entanto, depois de cumprir com as obrigações eleitorais, ele tirou a máscara para conversar com cerca de 25 apoiadores que estavam no local e defendeu o voto impresso.

"Que nós possamos ter em 2022 um sistema seguro que possa dar garantias ao eleitor que em quem ele votou, o voto foi efetivamente para aquela pessoa. A questão do voto impresso é uma necessidade, está na boca do povo. Desde há muito eu luto no tocante a isso. E as reclamações são demais. Não adianta alguém querer bater no peito e falar que é seguro, não tem como comprovar. Estamos vendo o trabalho de hacker em tudo quanto é lugar aqui, até fora do Brasil", disse o presidente.