TCE Novembro
Menu
domingo, 05 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
ALMS - NOVEMBRO
Política

Para facilitar reforma administrativa, secretários entregam carta de demissão para Reinaldo

Medida tem o objetivo de garantir que o governador faça os ajustes que achar necessário para a nova gestão

04 dezembro 2018 - 12h37Por Rodson Willyams

Pelo menos 10 secretários estaduais entregaram uma carta em que pedem demissão dos cargos que ocupam à atual administração do governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

O ato teria acontecido na segunda-feira (3), durante encontro com o governador. Segundo o secretário de Estado de Saúde, Carlos Coimbra, o rito é apenas de 'praxe' para abrir espaço para a construção de um novo governo.

"Na verdade, foi assinado em conjunto por todos os secretários. É um ato de praxe, inclusive, que quando há casos de reeleição de governadores, prefeitos, presidentes, os ocupantes em cargos em comissão coloquem os seus cargos à disposição até 31 de dezembro", explicou Coimbra.

Além disso, o atual secretário da Saúde informou que a medida ocorre para deixar o governador à vontade "para que possa fazer as mudanças que ele precisar. Mas essa carta já tem 20 dias que está pronta".

Ao ser questionado se permanece na função, Coimbra afirmou que: "isso só o governador pode responder, a função e o cargo é de livre escolha do governador"

Reunião

Nesta segunda-feira (3), Reinaldo Azambuja chegou a declarar em agenda pública que faria uma reunião pela manhã com todos os secretários que ocupavam cargos em comissão. E que uma nova também estava programada para esta terça-feira (4).

Ainda na ocasião, Reinaldo chegou a afirma que entregaria em tempo hábil o novo projeto da reforma administrativa aos deputados da Assembleia Legislativa que pudesse ser votado antes da última sessão ordinária do ano.