TCE ABRIL 16 A 22/04
Menu
quinta, 22 de abril de 2021
MS MAIS SOCIAL 21 E 22/04
Política

Camila Jara pede notas fiscais e detalhes de aplicações de recursos da covid-19

Requerimento da vereadora à Prefeitura de Campo Grande foi aprovado

06 abril 2021 - 11h42Por Rayani Santa Cruz

A vereadora Camila Jara (PT) propôs requerimento à Prefeitura de Campo Grande onde pede detalhamento sobre aplicações de recursos da covid-19 vindos do governo federal, contratos e aditivos. Os parlamentares aprovaram o documento nesta terça-feira (6).

Na justificativa, a petista disse que as informações são necessárias para sanar dúvidas dos vereadores e dos campo-grandenses.

O líder do prefeito, vereador Otávio Trad (PSD) explicou que as informações já estão no portal da transparência e pediu apoio dos outros parlamentares para rejeitar o requerimento. “Todo o processo de vacinação, contratos e aditivos estão já dispostos neste site, que inclusive recebeu prêmio a nível nacional sobre a transparência”, disse o parlamentar. 

No entanto, em votação simbólica, os parlamentares aprovaram o requerimento.

O vereador Alídio Villasanti (PSL) disse que verificou o portal da transparência e que as informações são genéricas. Por isso, é a favor do documento. 

O requerimento

O requerimento será encaminhado ao prefeito Marquinhos Trad (PSD), secretário de Saúde José Mauro e secretário de Finanças, Pedrossian Neto. A parlamentar quer informações sobre o valor dos recursos recebidos do Governo Federal, Governo Estadual e particular (doações privadas), para atender às ações de saúde, em razão da pandemia provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2 (Covid-19);

Ela pede a especificação da unidade financeira e de gestão que executou a ação (aplicou cada recurso), o serviço contratado/ação executada, a conta bancária na qual os recursos
ficaram depositados e os dados do responsável; e a cópia dos termos de contratualização de serviços de saúde celebrados com os estabelecimentos hospitalares, seus aditivos, nota fiscal de serviços, comprovantes de pagamento, referentes ao exercício de 2020 (mês a mês).