(67) 99826-0686

Dagoberto nega estar entre os piores parlamentares do Congresso e contesta ranking

Parlamentar alegou que o portal que avaliou as atividades possui informações desatualizadas sobre sua vida profissional

19 SET 2016
Dany Nascimento
11h30min
Foto: Geovanni Gomes

O deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT) afirma que o Portal Políticos.org possui informações desatualizadas sobre sua vida funcional. A afirmação ocorreu após o ranking colocar o político entre os piores parlamentares do Congresso Nacional. O site avaliou as atividades de 594 parlamentares, entre senadores e deputados federais.

No ranking divulgado, o deputado aparece na 553º posição do ranking com –308 pontos, mas garante que as informações estão desatualizadas principalmente quando ressalta que o deputado recebeu 624 pontos devido as ações de improbidade administrativa em que aparece como réu.

De acordo com a assessoria do parlamentar,  o ranking não contou a absolvição do parlamentar pelo Ministério Público Federal, na ação penal envolvendo o Detran/MS durante audiência realizada em junho deste ano no Supremo Tribunal Federal.

Além disso, o Portal, segundo a assessoria de Dagoberto, o parlamentar teria sido absolvido de uma segunda acusação, porque 'se entendeu estar bem provado que houve emergência na contratação da empresa, já que o Detran não poderia aguardar o resultado final de uma licitação'.

Nos quesitos presença nas sessões, privilégios e participação pública, onde o parlamentar aparece com presença em apenas 107 sessões, justificando todas as faltas, recebendo nota zero, a assessoria faz questão de pontuar que Dagoberto atua como titular da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural - CAPADR,  PEC080/15, PEC473/01, PL0442/91, PL3555/04 e CMO e como suplente nas comissões CME, PEC070/11, PL0827/15, PL1983/15, PL3636/15 e SUBMOB.

 

 

Veja também