Menu
sexta, 22 de janeiro de 2021
Covid 18/01 a 24/01
Política

Suplente reclama de 'campanha difamatória' contra Soraya e expõe podridão do PSL em MS

Texto tem críticas e denúncias contra o Coronel David e Rodolfo Nogueira

31 janeiro 2019 - 16h20Por Thiago de Souza

Suplente da senadora Soraya Thronicke, o advogado Danny Fabrício denunciou, em carta, o que considera uma campanha difamatória contra a parlamentar, do mesmo partido.

O motivo da afronta, com suposta publicação de notícias falsas, seria a troca do comando da sigla em MS, promovida por ela e que, inevitavelmente, expôs a podridão da legenda.

Ele alerta que as supostas 'fake news' correm na imprensa regional e nas redes sociais. Sobre a troca da direção da legenda, ele justifica que as mudanças foram aprovadas pela executiva nacional do PSL.

''Se realmente o Coronel David e Rodolfo Nogueira possuíssem o prestígio que dizem ter em Brasília, eles estariam no comando de ministérios ou de embaixadas, mas não, a diminuta e desconfortável posição de ambos no partido reflete claramente sua ausência de poder'', aponta o deputado.

Sobre uma suposta reprovação de Jair Bolsonaro em relação às mudanças na legenda, Danny diz que não há manifestação pública do presidente em relação a isso, portanto, pode ser tratada como 'fake news'.

O advogado reflete que, em política, o grupo vencedor substitui o perdedor e por isso a mudança é natural. 

''O grupo da Senadora Soraya Thronicke teve cerca de meio milhão de votos, o grupo do Coronel David, não chegou a 100.000 votos e tal fato foi reconhecido pela Executiva Nacional'', justificou.

No entanto, Danny reclama de questões mais graves que envolvem os adversários internos de Soraya no PSL, inclusive no decorrer das eleições. Segundo ele, santinhos do deputado Coronel David e Luiz Ovando estavam vinculados a candidatos ao Senado de outros partidos.

Outra denúncia narrada pelo suplente foi contra o então presidente do PSL, Rodolfo Nogueira. Ele diz que Rodolfo insuflou eleitores a votarem em outros candidatos que não do PSL.

''Há documento lavrado no Cartório de Notas de Naviraí (MS) que afirma que o ex-presidente Rodolfo Nogueira insuflava correligionários a fazer campanha política exclusivamente para o Coronel David'',  denuncia.

Mais grave ainda, diz o apoiador de Soraya, foi o fato de Nogueira ter, supostamente, confessado em rede social que ameaçou a então candidata ao Senado, fato que foi levado por ela à polícia e à Justiça, ainda durante a eleição.  

''Em virtude destas e de outras práticas funestas devidamente comprovadas não há, portanto, clima para que Coronel David e Rodolfo tenham qualquer cargo de relevância no partido, pois perderam totalmente a confiança de seus pares...'', finaliza Trutis.

Outro lado

A reportagem tentou contato com o deputado eleito Coronel David, por ligações e WhatsApp, mas não obteve retorno. Rodolfo não foi localizado pela produção do TopMídiaNews.

* Matéria editada às 17h08 para correção de informação. A carta foi escrita por Danny Fabrício, não pelo deputado Tio trutis como dito anteriormente